O técnico angolano Emanuel Trovoada participa desde sábado num programa de “Caça talentos” em Cabo Verde, por forma a potenciar o basquetebol naquele país.

De acordo com o técnico-adjunto do Recreativo do Libolo, que prestou esta informação à imprensa, a margem dos Jogos da CPLP, o objectivo é descobrir jovens com talento ou características físicas para a prática da modalidade, que atravessa um mau período naquele país.

Explicou que foram montados quatro campos de treino, nas Ilhas de Sal, São Vicente, Santo Antão e Praia, onde foram seleccionados 30 jovens em cada uma delas, dos 14 aos 22 anos, para serem avaliados.

“Encontramos jovens com muita margem de progressão e alguns com características físicas muito boas. A direcção da federação é nova, vamos ver que tipo de aproveitamento vai dar ao projecto”, referiu.

Numa iniciativa dos antigos atletas da selecção nacional de Cabo Verde, com destaque para Mário Correia e Rodrigo Mascarenhas, o programa encerrou segunda-feira e foi “apadrinhado” pelo internacional cabo-verdiano Eddy Tavares, que actua nos Atlanta Hawks da NBA.

“O Mascarenhas, o Mário Correia, entre outros, foram os talentos que descobri no passado, hoje fico feliz por ter sido convidado por eles a trabalhar na descoberta de novos jogadores”, acrescentou Emanuel Trovoada, que já orientou a selecção cabo-verdiana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.