Ciclismo

04-07-2017 23:20

Volta a França: Equipa protesta desclassificação de Peter Sagan

Peter Sagan foi expulso da Volta a França por ter dado uma cotovelada a Mark Cavendish.
Peter Sagan foi expulso da Volta a França por ter dado uma cotovelada a Mark Cavendish.
Foto: EPA/YOAN VALAT

Peter Sagan foi expulso da Volta a França por ter dado uma cotovelada a Mark Cavendish.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A equipa Bora-hansgrohe protestou hoje a exclusão do ciclista eslovaco Peter Sagan da Volta a França, após a organização ter expulso o campeão do mundo por ter causado uma queda no ‘sprint’ da quarta etapa.

“O campeão do mundo Peter Sagan foi hoje desqualificado (...). A equipa discorda com a decisão e protestou oficialmente”, lê-se no comunicado da Bora-hansgrohe, que pediu a reintegração de Sagan na corrida e a manutenção dos resultados iniciais.

O colégio de comissários da Volta a França considerou que o eslovaco provocou, com uma cotovelada, a queda do britânico Mark Cavendish (Dimension Data), colocando “seriamente em risco vários corredores no ‘sprint’”.

“Peter Sagan rejeita que tenha causado, ou de alguma manteria tenha tentado causar a queda de Mark Cavendish à passagem dos 200 metros finais da etapa. Peter manteve-se na sua linha e não conseguiu ver Cavendish no lado direito”, considera a Bora-hansgrohe.

A quarta etapa da Volta a França foi ganha pelo francês Arnaud Démare (FDJ), à frente de Sagan. Após a desclassificação do eslovaco, o norueguês Alexander Kristoff ficou em segundo, à frente do alemão Andre Greipel (Lotto Soudal).

Veja o vídeo

Conteúdo publicado por Sportinforma