Futebol

11-05-2016 16:06

Treinador do Rayo Vallecano nega encontro com Jorge Mendes e dono do Valência

O treinador espanhol insistiu que não esteve em conversações “com ninguém”.
Foram atribuídas declarações polémicas a Paco Jémez sobre Cristiano Ronaldo
Foto: CURTO DE LA TORRE / AFP

Paco Jémez, treinador do Rayo Vallecano

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Rayo Vallecano mostrou-se hoje agastado com rumores sobre a sua saída do clube da liga espanhola de futebol e negou ter-se encontrado com o empresário português Jorge Mendes e Peter Lim, dono do Valência.

Paco Jémez, em conferência de imprensa convocada por si, revelou a intenção de renovar pelo Rayo Vallecano, independentemente de ficar na primeira liga ou descer à segunda, e considerou como mentirosas as informações que o dão como “de fora” do clube.

“É o momento de clarificar certas coisas que têm sido faladas, pois, se não o fizer com clareza, podem passar como verdades”, começou por dizer.

Segundo Paco Jémez, os rumores que o relacionam com outra equipa “são entendíveis e normais, ao contrário das mentiras”.

“Quando me relacionam com o Valência, isso é um rumor, mas quando se diz que estive em Singapura com Jorge Mendes e Peter Lim, ou na Corunha a comer com Tino Fernández [empresário e presidente do Deportivo da Corunha], isso é uma mentira”, afirmou, mostrando o seu passaporte.

O treinador espanhol insistiu que não esteve em conversações “com ninguém” e admitiu ter tido contactos da Guiné, Dubai e México, apesar da sua vontade ser a de continuar no Rayo, revelando já ter conversado com o seu presidente e com o diretor desportivo.

Conteúdo publicado por Sportinforma