Liga Espanhola

24-05-2017 20:03

Barcelona reitera apoio a Messi após a condenação por fraude fiscal

Clube deixou apoio ao jogador e ao pai, Jorge Messi.
Tribunal Supremo confirma sentença de 21 meses de prisão a Messi
Foto: SAPO Desporto

Leo Messi, jogador do Barcelona

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O FC Barcelona manifestou hoje apoio ao argentino Lionel Messi, bem como ao seu pai, Jorge Messi, depois do Supremo Tribunal espanhol ter confirmado a pena de prisão ao futebolista por fraude fiscal.

“A família mostrou-se muito agradecida, não só pelo gesto de hoje, mas pelo apoio que tem recebido o jogador e a família por parte do clube ao longo de todo o processo. O clube, obviamente, vai continuar a apoiar Leo Messi, o seu pai e a família”, explicou o porta-voz do emblema ‘blaugrana’, Josep Vives.

O astro argentino viu confirmada pelo Supremo a sentença de 21 meses de prisão, decretada inicialmente pela Audiência de Barcelona a 06 de julho de 2016.

O tribunal considerou o jogador do FC Barcelona culpado de três delitos contra a Fazenda Pública, por ter defraudado o fisco em 4,1 milhões de euros relativos a rendimentos de 10,1 milhões resultantes da exploração dos seus direitos de imagem em 2007, 2008 e 2009.

Em relação ao pai do jogador, Jorge Messi, o Supremo decidiu baixar a pena de 21 para 15 meses, contemplando como atenuante o facto de o futebolista ter devolvido ao fisco o dinheiro desviado, algo que a Audiência de Barcelona já tinha considerado em relação ao jogador.

A decisão final sobre o cumprimento da pena cabe à Audiência de Barcelona, mas Messi não deverá passar pela prisão, uma vez o tribunal costuma suspender o cumprimento efetivo de penas inferiores a dois anos.

O Supremo confirmou ainda a pena de multa de dois milhões de euros imposta ao jogador e baixou a de Jorge Messi de 1,5 para 1,3 milhões de euros.

Conteúdo publicado por Sportinforma