Sporting - Levski

30-09-2010 20:57

Dois golos de cabeça dão vantagem aos leões

O Sporting vence, ao intervalo, o Levski de Sofia por 2-0. Os golos leoninos foram apontados de cabeça por Daniel Carriço e Maniche.
Dois golos de cabeça dão vantagem aos leões

Por Miguel Henriques sapodesporto@sapo.pt

Perante um estádio com as bancadas muito despidas, revelando um cada vez maior ‘divórcio’ entre adeptos e jogadores, o Sporting entrou algo nervoso neste encontro europeu. Prova disso mesmo foi, no primeiro minuto do encontro, uma falha do central Anderson Polga, proporcionando uma jogada de grande perigo para o Levski de Sofia. A asneira do central deixou o avançado Dembélé isolado, mas Rui Patrício negou o golo ao francês.

Após esse calafrio, o Sporting começou a tentar assentar o seu jogo e a procurar ter mais posse de bola, mas esse facto só se consumou efectivamente após os primeiros dez minutos do encontro. Até lá o jogo foi estando equilibrado com bola cá e bola lá.

Na equipa do Sporting começaram então a sobressair algumas unidades do ataque. Matías Fernández começou a pegar no jogo leonino e deu-lhe maior dimensão, Vukcevic, a atravessar um bom momento, protagonizava a raça e o querer do leão, já Hélder Postiga, muito mexido nesta primeira parte, surgia como o maior perigo na área contrária e foi o responsável por grande parte dos remates da sua equipa. A situação de maior perigo do avançado apareceu aos 29 minutos, quando este proporcionou uma boa intervenção ao guarda-redes Petkov.

Foi após esta defesa do guardião contrário que surgiu o primeiro golo do encontro. Na sequência do canto, originado pelo guarda-redes do Levski, Matías Fernández meteu a bola na área e, ao primeiro poste, Daniel Carriço cabeceou para o fundo das redes.

O Sporting dominava o encontro e embora não estivesse a ser uma equipa muito objectiva, merecia estar em vantagem.

O Levski respondeu por Yovov. O número 10 do Levski tentou, à passagem do minuto 36, bater um canto directo, tendo Rui Patrício defendido da melhor forma para fora. Na sequência de novo canto, e sem o Sporting ter aprendido a lição, Yovov tentou novamente a receita anterior e o guarda-redes do Sporting voltou a defender com dificuldade.

Neste momento o encontro estava mais aberto, uma vez que o Levski teve de ir à procura de anular a desvantagem. Isso permitiu ao Sporting libertar-se melhor para o ataque, o que acabou por resultar em novo golo dos leões.

Perto do intervalo, Vukcevic cruzou na direita e no coração da área, Maniche cabeceou para o fundo das redes.

Os leões vão, desta forma, para o intervalo a vencer por 2-0.