Liga Europa

24-05-2017 21:51

Mourinho chega aos 25 troféus enquanto treinador

Treinador português venceu a Liga Europa e chegou aos três troféus esta temporada.
Manchester United cancela conferência de Mourinho
Foto: SAPO Desporto

José Mourinho, treinador do Manchester United

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O português José Mourinho somou hoje o 25.º troféu da carreira como treinador principal, o quarto europeu e o terceiro numa atípica primeira temporada como responsável máximo pelo histórico Manchester United.

Depois de arrancar a época com um triunfo na Supertaça inglesa (2-1 ao campeão Leicester), ‘Mou’ fecha-a com o seu quarto ‘caneco’ europeu, a Liga Europa, o único troféu que faltava no museu dos ‘red devils’, após um triunfo por 2-0 sobre o Ajax, em Estocolmo.

Pelo meio, o técnico, de 54 anos, que assumiu pela primeira vez o comando de uma equipa em 2000/01, ao serviço do Benfica, ainda arrecadou a Taça da Liga inglesa, ao bater na final o Southampton por 3-2.

Feitas as contas, Mourinho completa a primeira época no Manchester United com três troféus, igualando o seu recorde, conseguido duas vezes no FC Porto (2002/03 e 2003/04) e uma no Inter de Milão, numa ‘mítica’ época 2009/10 em que conquistou a ‘Champions’ e a ‘dobradinha’ em Itália.

Tendo em conta que a vitória na Liga Europa vale um lugar na Liga dos Campeões, bem podem ser desvalorizados os resultados nas duas principais provas inglesas, o sexto lugar na ‘Premier League’ e a queda nos quartos de final da Taça de Inglaterra, face ao novo campeão inglês Chelsea.

Com a vitória na segunda competição da UEFA, Mourinho passa a ter quatro troféus continentais, depois de duas edições da Liga dos Campeões (2003/04 e 2009/10) e de uma da antecessora da Liga Europa, a Taça UEFA (2002/03).

O treinador português sagrou-se campeão da Europa pelo FC Porto (3-0 ao Mónaco) e o Inter de Milão (2-0 ao Bayern Munique), depois de, pelos portistas, ter arrebatado o primeiro troféu face ao Celtic.

No currículo europeu de José Mourinho, falta apenas a Supertaça continental, que, mantendo-se no United, poderá conquistar na próxima época, perante Real Madrid ou Juventus, depois de a ter perdido em 2003/04, pelo FC Porto, face ao AC Milan, e em 2013/14, pelo Chelsea, perante o Bayern Munique.

Em matéria de finais, e com o triunfo de hoje, ‘Mou’ reforçou também o seu balanço positivo, com 17 triunfos para apenas oito desaires, em 25 finais.

No que respeita a troféus, e além dos quatro europeus, destaque para os oito campeonatos, dois em Portugal, três em Inglaterra, dois em Itália e um em Espanha, quando em 2011/12 bateu o FC Barcelona, de Pep Guardiola e Lionel Messi.

Nos quatro países, ‘Mou’ também ganhou em todos a Taça (uma em cada) e a Supertaça (duas em Inglaterra e um nos outros três), aos quais soma quatro edições da Taça da Liga inglesa, a prova que mais vezes conquistou.

Conteúdo publicado por Sportinforma