FC Porto

07-09-2016 09:37

Antero quebra o silêncio depois de sair do FC Porto

Antigo dirigente dos dragões deixou uma mensagem a reagir a um artigo de opinião.
Antero Henrique
Foto: Lusa

Antero Henrique abandonou o FC Porto no início do mês de setembro

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Antero Henrique resolveu tecer as primeiras palavras públicas depois de ter deixado a direção do FC Porto. O antigo braço direito de Pinto da Costa deixou uma mensagem escrita ao jornal ‘O Jogo’ em que reagiu a um artigo de opinião escrito pelo jornalista de ‘A Bola’, Fernando Guerra.

De acordo com a nota do antigo dirigente, Antero Henrique afirmou que recusa ser utilizado como um motivo de separação dentro da estrutura dos azuis e brancos e que não pretende dividir nada após ter saído do FC Porto.

Leia a mensagem na integra, como avança ‘O Jogo’:

“Nenhum texto escrito pela pessoa em causa pode ser visto como isento ou rigoroso. Toda a opinião pública conhece o histórico, os gostos, o enquadramento do autor. O artigo de opinião de hoje (última terça-feira) em A Bola não é mais do que um novo exemplo da mesma escrita mal intencionada do costume. Não será, porém, à custa de qualquer tentativa de divisão no FC Porto que o jornalista cumprirá o propósito de intoxicar quem o lê. Elogios vindos de quem vêm e escritos a letras venenosas não funcionam, especialmente num timing que se percebe ser escolhido com precisão. Que fique claro: Guerra só no nome de quem assina e louvores de pessoas assim são insultos para o destinatário”.

Antero Henrique deixou a SAD do FC Porto depois de 21 anos junto com Pinto da Costa. O agora antigo dirigente afirmou motivos pessoais para justificar a sua saída. A ideia de que Antero poderia sair não surgiu do nada, existiam certos rumores de que a relação entre ele e o Presidente do FC Porto não estava na melhor fase.

Conteúdo publicado por Sportinforma