Benfica

07-09-2016 22:57

Vieira aponta ao 'tetra' como prioridade da época

O líder encarnado espera que o clube consiga "fazer história" nesta época.
Foto: SAPO Desporto

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, e Rui Vitória, treinador dos encarnados

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, afirmou hoje que o principal objetivo da equipa de futebol é "fazer história" e conquistar o campeonato pela quarta vez consecutiva, bem como conseguir a afirmação europeia.

"Queremos ter uma equipa competitiva. O grande objetivo do Benfica é fazer o tetra e conseguir a afirmação na Europa. O Benfica tem de fazer história, nunca fez um ‘tetra’ e este ano tem a possibilidade de o fazer", disse, em entrevista à TVI.

Luís Filipe Vieira referiu que cada vez é "mais natural" o Benfica ganhar, garantindo que a equipa está "mais forte e mais jovem" que há um ano.

O presidente do Benfica, que garantiu que se vai recandidatar, disse ainda que a esta época começou a ser preparada em outubro passado. "Preparámos o mercado e fomos à procura, em especial pela juventude, nas posições que eram importantes. Cada ano que passa o Benfica fica mais novo. O investimento deste ano vai permitir nos próximos três ou quatro anos quase não investir. No Seixal estamos apetrechados em todas as posições, podem existir saídas, mas a reposição será feita no Seixal", defendeu.

Luís Filipe Vieira acrescentou ainda que o técnico Rui Vitória está entrosado com a equipa B e conhece todos os jogadores dos escalões de formação do clube, afirmando que o Centro de Estágio do Seixal é a sua "menina dos olhos". "Houve um período de tempo no Benfica em que nada podia ser planeado. Hoje, temos um treinador com que podemos planear a três ou quatro anos. Tem os seus pontos de vista, mas é humilde para discutir com as pessoas", disse, acrescentado que quer um "Benfica made in Benfica".

O presidente do Benfica referiu que acredita que Rui Vitória vai continuar no clube por "muitos anos", mas que caso o técnico saísse seria capaz de apresentar um novo treinador em 24 horas.

Em relação aos presidentes de FC Porto e Sporting, Vieira garantiu que não tem problemas sem sentar-se à mesa para discutir o "negócio do futebol". "Quando foi preciso resolver o problema da Liga sentei-me frente a frente com Pinto da Costa. Não temos problema em nos cumprimentar. Também não tenho problemas em discutir o negócio futebol com o presidente do Sporting, mas não me esqueço de certas coisas", concluiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma