Agressões no Futebol

03-04-2017 13:52

Clubes 'violentos' vão começar a ter policiamento obrigatório

Federação Portuguesa de Futebol quer aplicar esta medida, depois de uma reunião com a Associação Portuguesa de Árbitros Profissionais de Futebol.
Arbitragem
Foto: Lusa

Árbitros têm sido vítimas de violência no futebol

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Está a ser planeada a tomada de uma posição para conter as agressões aos árbitros, que se têm registado nos últimos tempos. A Federação Portuguesa de Futebol anunciou que tem de existir policiamento obrigatório em todos os jogos de clubes com historial de situações de violência.

À saída de uma reunião entre a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Associação Portuguesa de Árbitros Profissionais de Futebol, Hermínio Loureiro referiu que o policiamento tem mesmo de ocorrer.

"Os clubes com histórico de violência têm de ter policiamento obrigatório até final da época desportiva em curso", referiu o vice-presidente da FPF, que mostrou o seu apoio ao árbitro agredido na partida do passado domingo, entre o Rio Tino e o Canelas.

"É absolutamente intolerável e inqualificável aquilo a que ontem assistimos. Pedimos à AF Porto que nos dê todas as informações relativamente a todas as incidências do jogo. O Presidente do Conselho de Arbitragem da FPF tem acompanhado de perto tudo o que se passou e disponibilizou de imediato todo o apoio ao árbitro. O que nós desejamos é que atos como estes sejam completamente erradicados", afirmou.

Recorde-se de que o tema da violência tem sido uma constante na passada época, com o relato de 43 agressões. Ainda no passado domingo, Marco Gonçalves, jogador do Canelas, agrediu o árbitro com uma joelhada na cabeça, depois de ter recebido um cartão vermelho.

Conteúdo publicado por Sportinforma