Benfica

17-04-2017 19:18

Diego Souza diz que só ganhou 'status de jogador de verdade' quando saiu da Luz

Jogador chegou à Luz em 2006 com apenas 22 anos e precisou de sair para construir uma carreira sólida no futebol brasileiro.
Diego Souza celebra um golo pelo Vasco da Gama em 2011 num jogo contra o Flamengo
Foto: KAIO RODRIGUEZ / AFP

Diego Souza celebra um golo pelo Vasco da Gama em 2011 num jogo contra o Flamengo

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O antigo jogador do Benfica, Diego Souza, recordou esta segunda-feira a sua passagem pela Luz com apenas 22 anos e a experiência de jogar ao lado de Rui Costa. Contratado ao Fluminense em 2006, o médio brasileiro acabou por não conseguir impor-se no Benfica tendo deixado o emblema da Luz poucos meses depois.

Em entrevista ao jornal O JOGO, Diego Souza recordou os primeiros tempos de águia ao peito e a falta de oportunidades para jogar na equipa principal.

"Chamei a atenção no início, os jornais escreveram que tinha brilhado no regresso do Rui Costa. É duro ouvir que não dei certo no Benfica, mas é preciso analisar os bastidores disso tudo. Não tive nem sequer uma oportunidade a sério. Era um jogador novo [22 anos], que na primeira impressão brilhou ao lado do ídolo Rui Costa, mas que não teve mais chances. Calma lá! O Diego não deu certo ou não foi aproveitado? O Benfica não foi um clube que valorizou a minha carreira. Mas não sou de me lamentar, até porque a minha carreira só subiu depois de ter saído. Consegui então ter status de jogador de verdade", afirmou Diego Souza sobre o facto de não ter jogado um jogo oficial pelo Benfica.

Sobre o peso de José Veiga no Benfica, o internacional brasileiro recordou a postura inicial do antigo diretor desportivo das 'águias' em relação à sua contratação.

"Quando cheguei, não fui bem visto. O Veiga [José] disse na época que se eu entrasse por uma porta, ele sairia pela outra. Nem o conheci, não entendi...Espero que tenha sido por opção do Fernando Santos. Nunca conversámos sobre isso. Era um jogador novo, ele não precisava de me dar explicações", sentenciou o jogador brasileiro de 31 anos.

Conteúdo publicado por Sportinforma