Benfica tetracampeão

13-05-2017 22:22

Portuenses celebram 'tetra' e esperam 'penta' contra a geringonça do futebol

O Benfica conquistou hoje o 36.º título de campeão nacional de futebol da sua história.
Adeptos do Benfica
Foto: Lusa

Adeptos do Benfica

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Algumas centenas de adeptos do Benfica concentraram-se hoje junto à rotunda da Boavista, na cidade do Porto, para celebrarem a conquista do tetracampeonato, aspirando ao ‘penta’, contra a geringonça do futebol.

"Vai ser ouro sobre azul fazer a ‘dobradinha’ e para o ano cá estaremos, também de novo, mas para celebrar o ‘penta’, porque a gerigonça que os outros querem fazer no futebol não vai dar em nada", rematou António Fernandes, aludindo ao reatamento de relações entre FC Porto e Sporting.

O Benfica conquistou hoje o 36.º título de campeão nacional de futebol da sua história, o quarto consecutivo, ao vencer na receção ao Vitória de Guimarães, por 5-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga, contabilizando 81 pontos, mais oito do que o FC Porto, que conta menos um jogo.

Com um significativo dispositivo policial a vigiar os acontecimentos, num local onde já é tradição celebrar-se os êxitos do Benfica na cidade Invicta, os adeptos ‘encarnados' começaram a concentrar-se assim que a equipa chegou ao quinto golo do triunfo sobre o Vitória de Guimarães, no Estádio da Luz.

O fim da partida provocou uma ‘explosão’ de alegria entre os simpatizantes das ‘aguias' no Porto, com alguns abrirem garrafas de champanhe e outros ergueram os primeiros cachecóis alusivos à conquista do tetracampeonato.

Entre a multidão, e com a cara pintada de vermelho e branco, Pedro Monteiro reconheceu que, "apesar de o título ser festejado quase na última jornada, acabou por saber melhor", mostrando-se despreocupado por celebrar um título do Benfica na cidade do principal rival desportivo.

"O Porto tem muitos adeptos do Benfica, mas hoje fomos campeões e acho que a festa só agora vai começar", disse o jovem adepto.

A mesma ideia foi partilhada pela família Guedes, que veio trajada a rigor e sem receios de fazer a festa na cidade Invicta.

"Não temos de ter problemas, cada um é como é, por isso viemos", disse a matriarca Conceição, com a anuência do marido Eduardo: "Hoje demos mais uma lição de futebol, e mostramos porque é que desde quinta jornada que estamos na frente. É um dia feliz, veja o meu neto que tem quatro anos já viu o Benfica ser campeão quatro vezes", rematou, orgulhoso.

Já Raquel Mendes, que também veio para festa do Benfica com cachecol e camisola a condizer, confessou que "é sempre complicado ser benfiquista no Porto", mas agradeceu "ao plantel fantástico comandado por Rui Vitória por dar esta alegria aos portuenses do Benfica".

Já com o festejos no auge, não só na intensidade do ruído como também na adesão de pessoas e na circulação automóvel, o que chegou a causar alguns congestionamentos no trânsito nas imediações da rotunda da Boavista, chegou António Fernandes, também vestido com a camisola do clube ‘encarnado’, fazendo o seu resumo da época.

"Fomos sempre a melhor equipa e se, em ou outro jogo tivemos um beneficio, também os outros o tiveram. Acho que é inteiramente merecido", disse o adepto, natural do Porto, completando: "Não tenho problemas em festejar aqui, não me meto com ninguém e acredito que ninguém se vai meter comigo".

Em comum, os benfiquistas anteviram que no próximo dia 28 haverá nova reunião para festejar a conquista da Taça de Portugal.

Conteúdo publicado por Sportinforma