Primeira Liga

13-05-2017 15:20

Daniel Ramos avisa que sexto lugar pode decidir-se apenas na última jornada

O treinador do Marítimo, Daniel Ramos, lembrou hoje que o sexto lugar poderá ser decidido no último jogo e que pensa apenas em vencer o Estoril Praia no domingo.
Daniel Ramos, treinador do Famalicão
Foto: OCTÁVIO PASSOS/LUSA

Daniel Ramos, treinador do Famalicão, dá indicações aos jogadores durante o jogo dos oitavos de final da Taça de Portugal contra o Paços de Ferreira, disputado no estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira, 17 de dezembro de 2014.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Marítimo, Daniel Ramos, lembrou hoje que o sexto lugar poderá ser decidido no último jogo e que pensa apenas em vencer o Estoril Praia no domingo, na 33.ª jornada da I portuguesa de futebol.

"Sabemos que o jogo de amanhã [domingo] poderá ou não ser decisivo. Se fizermos o nosso trabalho e vencermos, ficamos mais próximos de atingir o sexto lugar, que passou a ser o objetivo e é uma ambição legítima de quem está há muito tempo nessa posição", afirmou na conferência de imprensa de antevisão da penúltima partida da temporada.

Com um nível de ansiedade idêntico ao dos outros jogos, Daniel Ramos reconhece a importância do desfecho do Desportivo de Chaves-Rio Ave, que se realiza à mesma hora (16:00) do encontro entre Marítimo e Estoril Praia, para saber quem fica com o último lugar que dá acesso às competições europeias.

Mesmo assim, o técnico pretende ver a equipa apenas concentrada e motivada na sua partida, a última diante dos seus adeptos, e tentar passar ao lado do que o Rio Ave fizer em Chaves.

"Vamos focar no nosso jogo, que é o único em que podemos ter interferência. Vou tentar alhear-me disso. Talvez ao intervalo e tentar aperceber-me nos minutos finais do que está a acontecer no outro lado, mas foco total no nosso jogo", garantiu.

Daniel Ramos considera que, caso o Marítimo consiga o sexto lugar, será uma "época de sonho" que deverá ser "relembrada", mas não quer que o trabalho feito até agora seja esquecido na eventualidade de não segurar essa mesma posição.

"Orgulho naquilo que conquistámos para trás, no que fizemos até ao momento. Se houver desilusão, será momentânea porque muito foi conquistado. Valorizámos jogadores, conseguimos mais do que foi esperado, trouxemos gente para o ‘Caldeirão’ e melhorámos significativamente a mentalidade da equipa", destacou.

Em relação ao Estoril Praia, o treinador ‘verde-rubro’ salientou o progresso dos ‘canarinhos’ nos últimos meses, com a entrada de Pedro Emanuel no comando técnico, tornando a equipa "perigosa" e que poderá criar dificuldades aos insulares.

"É uma das equipas mais técnicas do campeonato, tem jogadores de grande qualidade que, alheado à organização, proporcionou uma melhoria significativa no seu rendimento e nos seus resultados", referiu.

O Marítimo, sexto classificado, com 48 pontos, recebe o Estoril Praia, 14.º, com 34, pelas 16:00 de domingo, com arbitragem de Hélder Malheiro, da Associação de Futebol de Lisboa.

Conteúdo publicado por Sportinforma