Primeira Liga

15-05-2017 09:16

FC Porto explica caso da tarja que não entrou no Dragão

Na newsletter diária do clube, os 'dragões' explicam as razões que estiveram por detrás do impedimento da entrada da tarja da claque portista.
Tarja da claque do FC Porto
Foto: João Agre

Tarja de claque do FC Porto foi impedida de entrar

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

No FC Porto não há censura. É assim que começa a explicação do clube portista para a recusa da entrada da tarja da claque Coletivo 95, no jogo entre o FC Porto e o Paços de Ferreira.

Na newsletter 'Dragões Diário', os 'azuis e brancos' explicam que esta mensagem era ofensiva para os jogadores.

"Vem isto a propósito de uma faixa que a claque Coletivo 95 ontem quis exibir e os seguranças não permitiram a entrada. E não permitiram porque a faixa era ofensiva para com os nossos jogadores no decurso de um jogo e isso nunca será permitido no nosso estádio", referiu a newsletter, que explica que a tarja não foi toda mostrada ao público.

"E porque não há censura, aqui fica a frase: 'Vocês só nos fazem mal! O espírito de campeão vive apenas nos nossos adeptos'", é referido na missiva.

Veja a mensagem completa:

"No FC Porto não há censura. Vem isto a propósito de uma faixa que a claque Coletivo 95 ontem quis exibir e os seguranças não permitiram a entrada. E não permitiram porque a faixa era ofensiva para com os nossos jogadores no decurso de um jogo e isso nunca será permitido no nosso estádio. E porque não há censura, aqui fica a frase: “Vocês só nos fazem mal! O espírito de campeão vive apenas nos nossos adeptos”. Quem nos faz mal, muito mal, não são os nossos jogadores, que lutaram como bravos contra forças extrajogo muito prejudiciais. Não perceber isso é não perceber nada do que foi esta temporada, porque nem foi só no campeonato que o FC Porto foi impedido de vencer. Fora do estádio foi exibida apenas uma parte da frase e sobre isso apenas os responsáveis por essa atitude poderão falar."

Conteúdo publicado por Sportinforma