Segunda Liga

21-06-2017 12:39

Novo treinador do Penafiel promete "equipa forte e ambiciosa"

António Conceição foi esta quarta-feira apresentado.
António Conceição
Foto: ANTONIO COTRIM / LUSA

António Conceição foi esta quarta-feira apresentado

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Penafiel, António Conceição, prometeu esta quarta-feira "uma equipa forte e competitiva", assegurando que a sua ideia de jogo é ganhar, mas resistiu à tentação de assumir como objetivo a subida à I Liga de futebol.

Na cerimónia de apresentação do sucessor de Paulo Alves, que vai orientar o União da Madeira, também da II Liga, presidente e novo treinador do Penafiel comungaram da ideia de um ‘casamento' "fácil", assente na ambição.

António Gaspar Dias, o presidente, elogiou o currículo nacional e internacional de António Conceição, que disse ter revelado "empatia" por aquilo que é o projeto do clube, mas disse ser "prematuro" apontar à subida de divisão, argumentando com o desconhecimento dos adversários e com o facto de o plantel não estar completamente fechado.

"No dia em que me contentar em não perder ou em empatar, tenho de dar o lugar a outros", concluiu António Gaspar Dias, na sala de imprensa do Estádio 25 de Abril, antes de António Conceição, a seu lado, dar conta da sua "muita satisfação" pelo convite que lhe permitiu cumprir o desejo de regressar ao futebol português.

O técnico, de 55 anos, que passou as duas últimas épocas entre a Roménia, ao serviço do Cluj, e o Chipre, a treinar o Nea Salamis, começou por dizer que "o projeto do Penafiel é o projeto de um clube com grande história no futebol português" e que "essa história indica que é para estar entre os maiores do futebol português", recuando, depois, nos objetivos.

"Quero uma equipa muito competitiva e forte, que seja o orgulho dos penafidelenses, mas é prematuro definir objetivos, porque não conhecemos os adversários e o plantel não está ainda definido. Mas vou pedir meios ao presidente para vencer", disse António Conceição.

O técnico, que em Penafiel mantém a colaboração do seu adjunto Luís Baltasar e do preparador físico Gabriel Pinto, aos quais se juntarão os elementos da ‘casa' Hélder Ferreira, adjunto, e António Cerqueira, treinador de guarda-redes, não avançou com novidades em matéria de reforços para o plantel, que inicia os trabalhos na segunda-feira, dia 26, insistindo na ideia da exigência e ambição.

"A minha ideia de jogo é ganhar, e fico feliz se olharem para mim com muita esperança na subida de divisão", concluiu.

O Penafiel realiza os exames médicos na sexta-feira e no sábado, antes do regresso ao trabalho na segunda-feira, dia 26, às 10:00, estando já definidos alguns encontros particulares: no dia 05 de julho, o Penafiel defronta o Santa Clara, também da II Liga, (falta definir local e hora), no dia 08, os rubro-negros recebem o Sporting de Braga B, às 10:00, e no dia 12 vão a Guimarães defrontar a formação B do Vitória (ainda em hora a definir).

O jogo de apresentação do plantel principal (este ano o Penafiel vai avançar com uma equipa B na Divisão de Elite Pró-Nacional, da Associação de Futebol do Porto) vai realizar-se no dia 15, às 18:00, e terá como adversário o Moreirense, da I Liga.

Conteúdo publicado por Sportinforma