Futebol

12-07-2017 15:56

Portugal na final do Euro de sub-19

A jovem formação lusa venceu a Holanda por 1-0 nas meias-finais e fica à espera do vencedor do encontro entre a Inglaterra e a República Checa.
Sub-19 de Portugal festejam golo frente a Holanda
Foto: UEFA.com

Sub-19 de Portugal festejam golo frente a Holanda

Por Evandro Delgado sapodesporto@sapo.pt

A seleção portuguesa de futebol está na final do Europeu de sub-19, que decorre em Tbilissi, Geórgia. A jovem formação lusa venceu a Holanda por 1-0 nas meias-finais e fica à espera do vencedor do encontro entre a Inglaterra e a República Checa, seleção que Portugal venceu na fase de grupos. O único golo do jogo foi apontado por Gedson Fernandes.

Portugal não fez uma fase de grupos brilhante, tendo somado duas vitórias pela margem mínima (2-1 a República Checa e 1-0 a Geórgia) e um empate com a Suécia. Já a Holanda somou apenas quatro pontos no Grupo, atrás da Inglaterra e à frente de Alemanha e Bulgária (1-1 com Bulgária, 4-1 a Alemanha e derrota por 1-0 com Inglaterra).

Holanda entram bem mas é Portugal quem marca

A formação holandesa entrou melhor no encontro, com mais bola e tentando explorar o lado direito da defensiva Portuguesa. Dilrosun travou uma batalha interessante com Diogo Dalot, com o jovem luso a levar quase sempre a melhor. Numa das vezes que escapou, o extremo holandês obrigou Diogo Costa a uma grande defesa.

Apos poucos os comandados de Hélio Sousa foram tomando conta do jogo, com um futebol, ora apoiado, ora direto, tentando surpreender a defensiva holandesa. O primeiro sinal de perigo dos lusos só apareceu aos oito minutos, num remate de Domingos Quina de fora da área, após bom trabalho de pés sobre dois contrários. Era o sinal do que haveria de acontecer aos 24 minutos. Gedson Fernandes recebeu na esquerda, entrou na área, fletiu para o meio e arriscou o remate. O guarda-redes Justin Biljow deixou a bola passar por entre as mãos. Infelicidade do holandês, sorte do português.

Sempre melhor no jogo, a seleção de sub-19 de Portugal viria a ter mais duas oportunidades até ao final do primeiro tempo. Primeiro por Gedson Fernandes aos 32 minutos, com Biljow a evitar males maiores. Depois por Mésaque aos 45, após canto. Pelo meio, Diogo Costa mostrou bravura ao sair da baliza para evitar o empate de Dilrosun.

No segundo tempo era Portugal quem tinha as melhores oportunidades. João Filipe viu o seu trabalho individual ser travado pelo guarda-redes Biljow aos 47, com os pés. Depois foi Mésaque Dju em duas ocasiões a entrar na área e a tentar servir Rui Pedro, mas sem sucesso.

Portugal a dominar em todos os capítulos

Os holandeses, muito bons pelas alas, não tinham espaço. Diogo Dalot e Candé ganhavam a maior parte dos duelos individuais. E quando a bola era esticada na frente com futebol direto, a dupla de centrais formada por Diogo Queirós, João Queirós iam dando conta do recado. O selecionador da jovem seleção da ´Laranja Mecânica` teve de fazer alterações, apostando mais no ataque, com jogadores de outra envergadura física. Apesar disso, era Portugal quem continuava a mandar.

Perto do final dos 90, um contra-ataque de Diogo Dalot quase dava golo. Quina deu em Miguel Luís que serviu Rafael Leão mas este perdeu imenso tempo a decidir. O remate de Quina saiu, depois, para fora. Nesta altura já Hélio Sousa também tinha refrescado o ataque e o meio-campo com Rafael Leão e Miguel Luís.

A Holanda forçou e muitos nos minutos finais, com jogo direto, mas a defensiva portuguesa ia resolvendo. E quando não era a defesa, eram os próprios holandeses que não encontravam o caminho do golo. Na parte final viria a ser Portugal a ter a melhor oportunidade mas voltou a faltar clarividência na hora de definir o lance. Rui Pedro perdeu imenso tempo.

3.ª final da história...à procura do 1.º título

Portugal está assim na final do Euro de sub-19 com a geração de jogadores que no ano passado sagrou-se campeão europeu de sub-17. Os comandados de Hélio Sousa ficam à espera do vencedor do República Checa - Inglaterra.

Desde que, em 2002, a prova passou a ser para sub-19, Portugal perdeu as finais de 2003 e 2014, mas, antes, foi campeão em 1961 (torneio internacional de juniores) e 1994 e 1999 (sub-18), tendo ainda perdido as finais de 1971, 1988, 1990, 1992 e 1997.

Conteúdo publicado por Sportinforma