Europeu sub-19

01-07-2017 12:42

Hélio Sousa alerta para as capcidades da Geórgia

Portugal vai entrar em prova frente aos anfitriões.
Hélio Sousa em ação durante o jogo com o Senegal
Foto: EPA/BEN CAMPBELL

Hélio Sousa, selecionador sub-19

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O selecionador português de futebol de sub-19, Hélio Sousa, prometeu hoje uma equipa a respeitar a sua identidade para contornar as dificuldades do jogo com a anfitriã Geórgia, domingo, no arranque do Europeu da categoria.

"Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, em particular nesta primeira partida, que sendo o jogo inaugural é sempre importante para qualquer das equipas que vai iniciar a competição, e neste caso mais ainda porque vamos defrontar o organizador da competição", alertou o técnico, em declarações divulgadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Inserido no Grupo A, do qual também fazem parte República Checa e Suécia, Portugal inicia a competição frente à equipa da casa e perante o público local, em Gori, um ambiente que Hélio Sousa deseja para os jogadores, porque é "mais um momento competitivo importantíssimo e difícil, para continuarem a crescer".

"A nossa estratégia passa pela nossa identidade, que trabalhamos ao longo dos anos. A equipa terá de ser capaz de se adaptar a todos os momentos do jogo e fazer prevalecer os pontos mais fortes. Um deles é ter posse de bola, saber o que fazer para chegar à zona de finalização. Nuns jogos será através da posse de bola, noutro será com uma posse mais objetiva, mais agressiva, mais na procura da baliza. Sempre dependendo do que o adversário nos propuser no jogo", afirmou.

Destacando a "capacidade mental muito forte" da equipa lusa, Hélio Sousa pretende que a seleção chegue ao terceiro e último jogo da fase de grupo a depender apenas de si própria, para poder atingir as meias-finais, às quais passam os dois primeiros de cada uma das duas 'poules'.

Antevendo também o início do Europeu, o lateral direito Diogo Dalot disse que a cabeça dos jogadores está "unicamente na fase de grupos, que é o primeiro objetivo, e está em vencer a Geórgia no domingo".

"O fator de jogar em casa é sempre apelativo. Estão a jogar com o seu público, querem mostrar o seu valor. Temos de ter todas as cautelas para não deixar que nos surpreendam. Se fizermos o que costumamos fazer, vamos conseguir sobressair", sublinhou o defesa do FC Porto.

Depois do encontro com a Geórgia, marcado para as 17:00 de domingo (hora de Lisboa), Portugal enfrenta a República Checa, em Tbilissi, na quarta-feira, e regressa a Gori para jogar com a Suécia, no próximo sábado.

O Grupo B junta as seleções de Alemanha, Bulgária, Holanda e Inglaterra.

Conteúdo publicado por Sportinforma