Taça das Confederações

16-06-2017 14:28

André Silva rejeita favoritismo de Portugal

Avançado português diz que há grandes seleções em prova, mas que há muita ambição.
André Silva festeja um golo pela seleção nacional de Portugal
Foto: Mário Cruz

André Silva, jogador português

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

André Silva rejeitou a ideia de que Portugal é um dos favoritos a vencer a Taça das Confederações. Em conferência de imprensa, o avançado luso afirmou que há muitas equipas fortes em prova e realçou que a equipa nacional chega com muita ambição e o foco num longo caminho.

“Não podemos aceitar o favoritismo. Há seleções muito fortes em prova, mas temos ambições e vamos dar o nosso melhor. Todos os jogadores sonham em levantar troféus e eu não fujo à regra, mas ainda há um longo caminho a percorrer”.

Apesar de ter sido titular nos últimos jogos e ter estado em bom plano, André Silva afirmou que não se sente um titular indiscutível e que qualquer decisão está, como sempre, nas mãos de Fernando Santos.

“Não sei se vou jogar sequer. Quem decide é o míster Fernando Santos. Qualquer decisão é dele e nós respeitamos. A minha carreira ainda é curta e espero que este não seja o meu momento mais alto. Espero mais e quero elevar a fasquia”.

Portugal vai enfrentar o México na primeira jornada da fase de grupos da Taça das Confederações. O encontro está marcado para domingo para às 16h00 da tarde na Rússia. André Silva deve ser titular com Ronaldo na linha da frente do ataque.

Conteúdo publicado por Sportinforma