André Silva rejeitou a ideia de que Portugal é um dos favoritos a vencer a Taça das Confederações. Em conferência de imprensa, o avançado luso afirmou que há muitas equipas fortes em prova e realçou que a equipa nacional chega com muita ambição e o foco num longo caminho.

“Não podemos aceitar o favoritismo. Há seleções muito fortes em prova, mas temos ambições e vamos dar o nosso melhor. Todos os jogadores sonham em levantar troféus e eu não fujo à regra, mas ainda há um longo caminho a percorrer”.

Apesar de ter sido titular nos últimos jogos e ter estado em bom plano, André Silva afirmou que não se sente um titular indiscutível e que qualquer decisão está, como sempre, nas mãos de Fernando Santos.

“Não sei se vou jogar sequer. Quem decide é o míster Fernando Santos. Qualquer decisão é dele e nós respeitamos. A minha carreira ainda é curta e espero que este não seja o meu momento mais alto. Espero mais e quero elevar a fasquia”.

Portugal vai enfrentar o México na primeira jornada da fase de grupos da Taça das Confederações. O encontro está marcado para domingo para às 16h00 da tarde na Rússia. André Silva deve ser titular com Ronaldo na linha da frente do ataque.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.