Rio2016

12-08-2016 12:10

Ginasta sul-coreana "atordoada" com impacto da 'selfie' com colega norte-coreana

A fotografia das duas ginastas ‘inundou’ as redes sociais e tornou-se simbólica, uma vez os dois países mantêm há décadas relações bastante tensas.
Ginastas Lee Eun-Ju da Coreia do Sul e Hong Un-jon da Coreia do Norte
Foto: Lusa

Ginastas Lee Eun-Ju da Coreia do Sul e Hong Un-jon da Coreia do Norte

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A ginasta sul-coreana Lee Eun-Ju disse hoje que está “atordoada” com o impacto político e mediático provocado pela ‘selfie’ que tirou com a sua homóloga norte-coreana Hong Un-jon.

“Eu vi-a e pedi-lhe para tirar uma foto, queria ficar com uma recordação”, afirmou a ginasta ao canal sul-coreano KBS, acrescentando: “Não esperava tantas reações, estou atordoada”.

A fotografia das duas ginastas ‘inundou’ as redes sociais e tornou-se simbólica, uma vez os dois países mantêm há décadas relações bastante tensas.

Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional (COI) considerou que a foto das duas ginastas é a “ilustração perfeita do espírito olímpico”.

A sul-corena Lee Eun-Ju, que tinha apenas nove anos quando Hong Un-jon conquistou uma medalha de ouro em Pequim2008, admite não perceber muito de política e de relações diplomáticas.

“Não sei grande coisa de política, mas sei que a nossa relação com a Coreia do Norte é terrível”, afirmou, questionando: “No fim das provas misturamo-nos com os outros atletas e tiramos fotos, porque é que nós, sul e norte-coreanos não podemos fazer o mesmo?”.

Conteúdo publicado por Sportinforma