Rio 2016

18-08-2016 19:30

João Silva triste por posicionamento que hipotecou prova

João Silva, nono classificado em Londres2012, disse hoje ter ficado triste pelo mau posicionamento na prova de triatlo dos Jogos Olímpicos Rio2016, enquanto o estreante Miguel Arraiolos se mostrou feliz por ter dado o melhor.
Lisbon ETU Triathlon European Championships
Foto: Lusa

Portuguese João Pereira (n10) and countryman João Silva , in action at the Lisbon ETU Triathlon European Championships, in Lisbon, Portugal, 28 may 2016. JOAO RELVAS/LUSA

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

“Fiquei um bocadinho triste pelo meu posicionamento na bicicleta, pois fiquei ali envolvido na queda. Mas no final do dia acabei por ser sortudo e por não ter caído. Fiz o meu melhor e traduziu-se neste resultado”, referiu.

Na zona mista após o final da prova, que foi disputada em Copacabana, João Silva referiu que a prova decorreu dentro, “mais ou menos, do expectável”.

“Saiu um grupo muito forte da natação, depois houve um segundo grupo que tentava alcançar esse primeiro. A minha prova ficou marcada por essa queda, quando seguia nesse grupo perseguidor, o que hipotecou um pouco o resto da minha competição”, disse.

Miguel Arraiolos, que fez a sua estreia em Jogos Olímpicos, mostrou-se feliz por ter conseguido dar o seu melhor, apesar do 44.º lugar final, numa prova com condições “muito difíceis”, com muito calor e um percurso “muito duro”.

“Foi a minha estreia, não vinha a pensar em resultados, vinha a dar o meu melhor dentro do possível. A natação acabou por correr um bocadinho pior do que eu pensava. Esperava ter saído mais à frente e ter ficado num grupo mais à frente no ciclismo. Dei o que consegui, esforcei-me dentro das capacidades. Tentei ajudar ao máximo no ciclismo e cheguei à corrida e dei o meu melhor. Estou feliz porque consegui dar o meu melhor”, assegurou.

Miguel Arraiolos apontou já a Tóquio2020, onde espera “conseguir um resultado um bocadinho melhor” e sem ter uma qualificação tão complicada como para o Rio de Janeiro.

“A qualificação para os Jogos foi muito dura, com dois anos muito difíceis sem descansar muito. O principal objetivo foi estar aqui e consegui, estou feliz por isso e porque consegui dar o meu melhor hoje”, assumiu.

A estreia nos Jogos, à qual chegou “um bocado às ‘cegas’”, trouxe-lhe “mais motivação para entrar no próximo ciclo olímpico mais à vontade e melhor e não andar dois anos até ao fim” d qualificação a fazer um esforço imenso.

Na quinta posição, João Pereira foi o melhor português na prova de triatlo do Rio2016, conseguindo a melhor posição lusa na prova masculina, com João Silva e Miguel Arraiolos a serem 35.º e 44.º, respetivamente.

O britânico Alistair Brownlee, campeão em Londres2012 e do mundo em 2009 e 2011, cumpriu a prova em 1:45.01 horas, menos seis segundos do que o seu irmão Jonathan Brownlee, bronze em Londres2012 e campeão mundial em 2012. A medalha de bronze foi arrebatada pelo sul-africano Henri Schoeman, a 42.

Conteúdo publicado por Sportinforma