Râguebi

22-03-2017 14:28

Detidos seis jogadores do Grenoble acusados de violação

Mulher alega ter sido violada pelos jogadores depois de os ter conhecido num clube noturno de Bordéus, após um jogo disputado a 11 de março.
Râguebi geral
Foto: Estela Silva

Detidos seis jogadores do Grenoble

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Seis jogadores do clube francês de râguebi Grenoble, dois irlandeses, dois neozelandeses, um australiano e um francês, foram hoje detidos pela polícia francesa acusados de violação, revelaram os procuradores.

Os irlandeses Denis Coulson e Chris Farrel, os neozelandeses Rory Grice e Dylan Hayes, o australiano Peter Kimlin e o francês Loick Jammes foram detidos pela polícia francesa, que recebeu uma queixa de uma jovem mulher, que alega ter sido violada pelos jogadores depois de os ter conhecido num clube noturno de Bordéus, após um jogo disputado a 11 de março.

A polícia de Bordéus que investigou a queixa, apresentada no dia seguinte, enviou o processo para Grenoble, onde os jogadores vão ser interrogados.

A polícia questionou ainda Michael Martinez, um dos dirigentes do Grenoble, durante cerca de duas horas, na qualidade de testemunha, segundo revela hoje o Dauphine Libere, jornal que acrescenta ainda que outros dirigentes do clube e jogadores podem vir a ser questionados durante o dia de hoje, igualmente na qualidade de testemunhas.

Na passada sexta-feira, o clube, que luta para evitar a descida de divisão da liga francesa, já tinha dispensado os jogadores, sem revelar, na altura, as suas identidades.

A alegada vítima do ataque disse à polícia que conheceu vários jogadores do Grenoble num clube noturno de Bordéus, após a derrota desta equipa frente à equipa local. A mulher disse ainda que estes a levaram para o seu quarto de hotel, onde ocorreu a alegada violação.

Conteúdo publicado por Sportinforma