Benfica 1-1 Besiktas

13-09-2016 21:38

Talisca voltou à Luz para estragar a festa aos 93 minutos

Golo inaugural de Cervi não bastou para segurar os três pontos. Talisca regressou a 'casa' e estragou a festa dos adeptos encarnados aos 93 minutos.
Franco Cervi celebra o golo do Benfica frente ao Besiktas
Foto: EPA/Mário Cruz

Franco Cervi celebra o golo do Benfica frente ao Besiktas

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Benfica empatou a 1-1 com o Besiktas no jogo inaugural da fase de grupos da Liga dos Campeões. Franco Cervi abriu o marcador aos 12 minutos, mas um golo de Anderson Talisca de livre aos 93 minutos sentenciou o resultado final.

No regresso ao Estádio da Luz para a Liga dos Campeões, Rui Vitória foi obrigado a realizar alterações na equipa base do Benfica para a receção ao Besiktas. Na frente de ataque, o técnico encarnado apostou em Gonçalo Guedes como homem mais avançado, com Franco Cervi no apoio ao ponta de lança. Na baliza, Ederson regressou à titularidade depois de uma longa ausência enquanto que no eixo central Lindelof regressou também para fazer dupla com Lisandro López. Já do lado do Besiktas, os campeões turcos apresentaram-se na Luz com Ricardo Quaresma e Aboubakar a titulares e Talisca no banco de suplentes.

Nos instantes iniciais, o Besiktas entrou melhor na partida criando muitas dificuldades à organização defensiva do Benfica. Nos primeiros 10 minutos, o conjunto turco jogou 'à vontade' no meio campo encarnado e foi necessário a intervenção de André Horta para organizar o 'caos' instalado.

E foi num ataque rápido que o Benfica abriu o marcador por intermédio de Franco Cervi. O jovem jogador argentino aproveitou uma defesa incompleta de Tolga Zengin para rematar para o fundo da baliza.

A vencer em casa, os processos da equipa de Rui Vitória acabaram por estabilizar e permitir ao Benfica imprimir um maior domínio de jogo. Antes do intervalo, o Benfica ainda poderia ter dilatado a vantagem, mas o 1-0 manteve-se no regresso aos balneário.

O Besiktas regressou dos balneários com Anderson Talisca na equipa e sem Özyakup. No regresso de Talisca à Luz, o Terceiro Anel não mostrou consenso e ouviram-se tanto assobios como aplausos.

Aos 55 minutos, o Besiktas reclamou de uma grande penalidade não assinalada num lance entre Talisca e Lindelof com os campeões turcos a apontarem para uma alegada mão da bola do defesa central sueco.

No regresso dos balneários, a equipa turca apresentou-se mais acutilante e pressionante, mas o Benfica parecia controlar o jogo. Talisca mostrou-se muito interventivo no ataque à baliza de Ederson, mas acabou por não ter a correspondência de Aboubakar. O avançado camaronês não aproveitou as oportunidades criadas e acabou por sair aos 81 minutos.

Instantes depois da saída de Aboubkar, Ricardo Quaresma cometeu um erro tão grave que ia entregando o segundo golo ao Benfica, mas o remate de Gonçalo Guedes acabou por ser defendido por Tolga Zengin.

No entanto, apesar da vantagem ao longo dos noventa minutos, o Benfica acabou por permitir ao Besiktas o empate num livre de Anderson Talisca aos 93 minutos. O árbitro assinalou uma bola na mão de Celis, e na conversão do livre, Talisca voltou a marcar, mas no lado contrário.

Conteúdo publicado por Sportinforma