Presidente do V. Setúbal

14-04-2017 11:23

“Jesus quando era jogador também se atirava para o chão”

Fernando Oliveira criticou as palavras do treinador do Sporting antes do embate com os ‘sadinos’.
Fernando Oliveira
Foto: RUI MINDERICO / LUSA

Fernando Oliveira, presidente do V. Setúbal

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Presidente do Vitória de Setúbal afirmou que Jorge Jesus exagerou no que disse sobre a equipa ‘sadina’. Em declarações ao jornal Record, o líder do clube de Setúbal recordou os tempos de jogador do treinador do Sporting e disse que mesmo os jogadores do Sporting fazem antijogo quando precisam de ganhar tempo.

“Estou a lembrar-me, por exemplo, quando o Sporting venceu no Bonfim esta época para a Taça de Portugal e o Rui Patrício lançou-se para a relva mais do que uma vez para ganhar tempo. E é o Rui Patrício, guarda-redes internacional, Campeão Europeu… E ninguém falou nisso. Só se fala no Vitória de Setúbal porque dá jeito. Até o Jorge Jesus quando jogava se atirava para o chão”.

Sobre as criticas de que o Vitória de Setúbal pratica um futebol pouco positivo e sem ser ofensivo, Fernando Oliveira defendeu que as estatísticas demonstram exatamente o contrário.

“O Vitória de Setúbal pratica um futebol positivo. Basta analisar as estatísticas e ver o comportamento da equipa. Poucos cartões amarelos, nenhum vermelho. Uma equipa que faz antijogo e não tem nenhum cartão vermelho? Essas acusações são ridículas”.

Conteúdo publicado por Sportinforma