SC Braga 2-3 Sporting

01-05-2017 09:00

Análise: Bas Dost rugiu na 'Pedreira' para Messi ouvir

Jogo de elevada carga emocional para Jorge Jesus foi resolvido com a arte de Bas Dost. 'Hat-trick' do holandês coloca Portugal na corrida à Bota de Ouro com 31 golos, a dois de Messi.
Bas Dost celebra um golo do Sporting em Braga
Foto: Lusa

Bas Dost celebra um golo do Sporting em Braga

Por Eduardo Santiago sapodesporto@sapo.pt

Bas Dost 'rugiu' na 'Pedreira' por três vezes e garantiu um triunfo ao Sporting na estreia de Abel Ferreira no comando técnico do SC Braga no campeonato nacional. O Sporting venceu no terreno do Sporting de Braga, por 3-2, em jogo da 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol. O avançado holandês cimentou a posição de melhor marcador em Portugal com 31 golos e está na corrida à Bota de Ouro com Lionel Messi quando faltam três jogos para o final da época.

Longe da luta pelo título de campeão nacional, o Sporting de Jorge Jesus apresentou-se no domingo em Braga com apenas uma alteração no onze inicial em relação à última jornada com a entrada de Marvim Zeegelaar para o lado direito da defesa.

Já o SC Braga apresentou muitas alterações na estreia de Abel Ferreira no comando técnico com sete alterações em relação ao último onze. Pedro Santos, Stojiljkovic, Battaglia e Ricardo Ferreira foram os únicos resistentes numa equipa totalmente remodelada num esquema tático em 4x4x2.

Num jogo que se previa frenético, Gelson criou a primeira situação de perigo logo aos 3 minutos, mas Marafona negou o golo ao número 77 dos 'leões'.

Instantes depois, o O SC Braga aproveitou uma perda de bola de Adrien para num rápido contra-ataque fazer o 1-0 por intermédio de Ricardo Horta. Rui Fonte ainda rematou ao poste e na recarga o irmão do benquista André Horta não desperdiçou a ocasião de golo.

Aos 24 minutos, Jorge Jesus teve um importante revês na sua estratégia em Braga com a lesão de Alan Ruiz. O avançado argentino lesionou-se num joelho quando tentava uma rotação e caiu sozinho desamparado no relvado.

Aos 29 minutos, o recém entrado Podence caiu na área bracarense e o árbitro assinalou grande penalidade. Chamado à conversão, Adrien Silva atirou para fora para desespero de Jorge Jesus que tinha pedido ao capitão leonino para que deixasse Bas Dost marcar o castigo máximo.

Aos 36 minutos, o Sporting voltaria a criar perigo com uma arrancada de Gelson Martins, mas o número 77 dos 'leões' não conseguiu fazer a igualdade frente a Marafona.

Antes do intervalo, o SC Braga voltaria a introduzir a bola no fundo da baliza de Rui Patrício, mas o lance acabaria por ser anulado por fora de jogo de Stojiljković.

Com a vantagem bracarense ao intervalo, o Sporting ressurgiu na etapa complementar determinado em dar a volta ao marcador, e logo aos 50 minutos Gelson foi travado em falta ao tentar entrar na grande área do SC Braga e o árbitro assinalou a segunda grande penalidade no jogo. Ao contrário do que aconteceu na primeira parte, Adrien Silva cedeu o posto na marca de onze metros a Bas Dost e o avançado holandês fez o resto, como quem diz bola para um lado e guarda-redes para o outro e 1-1 no placard.

Sempre com os olhos na reviravolta, Bas Dost não perdeu tempo a festejar e foi logo a correr buscar a bola ao fundo da baliza de Marafona para a colocar no centro do terreno. A vontade do holandês em reiniciar a partida acabou por influenciar os seus companheiros de equipa e Podence aos 61 minutos obrigou Marafona a defesa incompleta.

A equipa do Sporting apresentava-se confiante, e aos 75 minutos numa jogada construída por dois holandeses os 'leões' passariam pela primeira vez no jogo à vantagem no marcador. Marvim Zeegelaar ganhou um lance na ala esquerda, conquistou espaço e cruzou com conta, peso, e medida para

Bas Dost fazer o seu 30º golo no campeonato nacional.

A formação comandada por Abel Ferreira reagiu de imediato e antes dos 80 minutos conseguiu fazer o empate a 2-2 num lance em que Paulo Oliveira não fica isento de culpas. O defesa central leomino falhou um corte crucial na grande área de Rui Patrício e permitiu o 'roubo' de bola de Pedro Santos, que rapidamente cruzou rasteiro para Rui Fonte fazer o 2-2.

O jogo estava bem disputado e aos 83 minutos terminou com 'chave de ouro' com uma grande jogada colectiva do Sporting após excelente entendimento entre Bas Dost, Gelson Martins e Schelotto. O avançado holandês selou o 'hat-trick' e o seu 31º golo no campeonato com um grande golpe de cabeça no 'terceiro andar' após cruzamento 'teleguiado' de Schelotto.

O golo leonino acabou com as aspirações bracarenses de somar pontos na estreia de Abel Ferreira no comando técnico da equipa e permitiu ao Sporting alcançar o seu 12º jogo consecutivo sem perder e o sexto consecutivo a vencer fora de Alvalade.

Momento do jogo - O terceiro golo do Sporting é um hino ao futebol ofensivo de geometria requintada com teoremas de trigonometria avançada. A forma como Bas Dost sobe ao 'terceiro andar' para concluir a combinação entre Gelson e Schelotto justifica o bilhete.

O melhor - Os três golos de Bas Dost poderiam ser só por si um argumento válido para considerar o avançado holandês um dos jogadores mais influentes na equipa do Sporting. Não só por ter garantido a vitória em Braga, mas também porque Bas Dost é determinante ao ajudar os companheiros de equipa a jogar melhor, tanto pela forma como cria linhas de passe e dá profundidade ao jogo ofensivo leonino como na descarga de adrenalina com que contagia os restantes jogadores.

O pior - Os laterais do SC Braga. Os lances de golo do Sporting estiveram todos relacionados com a ação dos laterais que Abel Ferreira escolheu para este jogo. Marcelo Goiano fez a falta para a segunda grande penalidade a favor do Sporting enquanto que os restantes golos dos 'leões' tiveram todos origens em cruzamentos nas alas.

Reações

Jorge Jesus: "Era uma grande injustiça se o Sporting não saísse vencedor"


Abel: "Defrontámos uma equipa muito bem trabalhada"


Podence: "Queríamos vencer pelo nosso mister"


Rui Fonte: "O quarto lugar é quase impossível"


Curiosidades (Fonte: Playmakerstats)

- Últimos goleadores com mais de 33 golos no Sporting numa época: 33 Bas Dost (16/17)/ 35 Liedson (04/05)/ 55 Jardel (01/02)/ 39 M. Fernandes (85/86)/ 34 Jordão (81/82)

- É a primeira vez na história que o Sporting vence 5 jogos consecutivos em Braga para a Liga Portuguesa

- Marcaram mais de três golos que valeu reviravolta e vitória no Sporting: 29 Oliveira Martins 39 Peyroteo 43 Peyroteo 48 Vasques 09 Liedson 17 Bas Dost

- Foi a 1.ª vez no Sporting que um jogador, Bas Dost, marcou os golos da equipa com um hattrick que valeu vitória e reviravolta na Liga

- Golos de Bas Dost no Sporting: 9 Bis/ 3 Hattricks/ 1 Poker/

- É 2ª vez que Bas Dost faz um hat-trick numa 2ª parte no Sporting (Tondela, Braga); demorou 34 minutos a marcar 3 golos

- Na corrida à Bota de Ouro em termos de pontos: 66 Messi/ 62 Bas Dost/ 56 Lewandowski/ 54 Aubameyang/ 52 Luis Suárez

Conteúdo publicado por Sportinforma