Rio2016

03-08-2016 23:37

Rússia admite equipa com "270 a 280 atletas"

Estimou-se em 117 (de 387) o número de atletas russos banidos dos Jogos.
Doping

Doping

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente do Comité Olímpico da Rússia (COR) indicou hoje que a lista final de atletas russos admitidos nos Jogos Olímpicos Rio2016 “será conhecida esta noite” e deverá incluir “entre 270 a 280 atletas”.

“Esperamos conhecer essa lista esta noite", apontou Alexandre Joukov, no final de uma reunião do Comité Olímpico Internacional (COI), de que o COR é membro.

De acordo com um relatório independente da Agência Mundial Antidopagem (AMA) divulgado a 18 de julho, o Governo russo dirigiu um programa de dopagem no desporto com apoio estatal, com participação ativa do ministro dos Desportos e dos serviços secretos.

O relatório do professor canadiano Richard McLaren refere que o programa “à prova de falhas” foi colocado em prática pelos responsáveis russos, inclusivamente durante os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014.

De acordo com o documento, o ministro dos desportos da Rússia, Vitaly Mutko, teve “participação ativa” neste sistema, que teve a assistência dos serviços secretos nos laboratórios antidopagem de Moscovo e Sochi.

O COI entregou posteriormente às federações de modalidades a decisão de aceitar ou excluir atletas russos nas competições dos Jogos Olímpicos Rio2016.

O comité executivo do COI estabeleceu uma série de pressupostos que os atletas devem cumprir para poderem ser elegíveis pelas federações de modalidade, dos quais se destaca a necessidade de não terem tido qualquer resultado positivo por doping ao longo da carreira.

Os atletas russos que forem admitidos pelas federações e posteriormente aceites pelo COI devem submeter-se a um rigoroso controlo antidoping realizado pela Agência Mundial Antidopagem, e supervisionado pelas federações internacionais.

Os atletas têm também, segundo o COI, de ter efetuado recentemente testes sob a égide de organismos internacionais devidamente acreditados.

Na sequência da diretiva do COI, estimou-se em 117 (de 387) o número de atletas russos banidos dos Jogos.

Conteúdo publicado por Sportinforma