Liga Europa

29-09-2011 22:02

Sorte protege leões audazes

O Sporting venceu esta quinta-feira a Lazio por 2-1, em jogo da segunda jornada do Grupo D da Liga Europa, tendo jogado quase toda a segunda parte com 10 jogadores, por expulsão de Insúa. A vitória permite a liderança isolada do grupo.
Sorte protege leões audazes

Por Inês Henriques sapodesporto@sapo.pt

Wolfswinkel, aos 21 minutos, Klose, aos 40’ e Insúa, aos 45’, fizeram os golos da partida que mantêm o Sporting invicto em casa na competição.

Os leões entraram a todo o gás no encontro e o entusiasmo, que na época passada tinha morrido pelas bandas de Alvalade, voltou às bancadas, que esta noite reuniu 33,725 espetadores.  A noite estava quente em Lisboa e no relvado. Ainda assim, e muito por se ter visto reduzido a 10, o leão da segunda parte não foi tão fulgurante.

A Lazio apostou nos passes em profundidade para os dois jogadores mais avançados. Por duas vezes o goleador alemão Miroslav Klose assustou Patricio, logo no início do jogo. No entanto, em ambas as ocasiões foi assinalado fora de jogo.

Depois do golo leonino, para quem naquele momento tivesse chegado ao encontro, dava a sensação que era o Sporting a correr atrás do prejuízo, tal a passividade dos italianos, que não conseguiram criar situações para empatar.

Mas quem tem Klose, tem um a hipótese de chegar ao golo. À terceira tentativa, o germânico aproveitou bem o esquecimento da defesa leonina, para encostar o livre batido ao segundo poste por Hernanes.

Aos 45’, o jovem holandês falhou por pouco, num remate cruzado e rasteiro, após grande passe de Carrillo. Não foi Wolfswinkel, foi Insúa a levar os leões a vencer para o intervalo, por 2-1.

A entrada para o segundo tempo começou mal para a equipa da casa, que se viu reduzida a 10 jogadores. Aos 50’, Insúa  protegia a bola, acertou com o cotovelo no adversário e o árbitro considerou agressão, mostrando o segundo amarelo e consequente vermelho. De imediato Domingos tirou Carrillo para colocar Evaldo e tentar resguardar a vantagem mínima.

A 20 minutos do final do encontro, foi o período mais ofensivo dos italianos, com o Sporting a ter ‘uma estrelinha da sorte’ em duas ocasiões, que poderiam ter marcado o empate.

Aos 72’, que perdida incrível da Lazio. Rui Patrício defende bem o primeiro remate de Sculli, à queima-roupa, a bola sobra para Konko que atira à trave. A bola ainda fica na grande área, mas o terceiro remate sai por cima.

Quase a fechar o encontro, contra-ataque rápido dos italianos, no tudo por tudo, mas o cabeceamento do jogador da Lazio saiu rente à baliza de Patrício.

Na próxima jornada, o Sporting recebe os romenos do Vaslui, que esta noite empatou com o Zurique a dois golos.