Sporting 4-0 Boavista

08-04-2017 22:23

TriDost em goleada tranquila

Avançado holandês já leva 27 golos na I Liga e lidera corrida à bota de ouro.
TriDost em goleada tranquila
Foto: © 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

TriDost em goleada tranquila

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

O Sporting venceu o Boavista por 4-0 em partida da 28ª jornada da I Liga. Bas Dost apontou três golos e passou a liderar a corrida à bota de ouro com 27 golos.

'Boa vista' ? Só de nome! Ao conjunto axadrezado faltaram pernas e vista para acompanhar o Sporting e evitar que o resultado não desse em goleada. Os axadrezados tinham até ao jogo de Alvalade 26 golos sofridos em 28 partidas, mas esse relativo bom índice defensivo nada teve a ver com a exibição da equipa de Miguel Leal que entrou em naufrágio quase logo nos momentos iniciais.

Os axadrezados nunca conseguiram estancar as combinações entre os laterais e os extremos do Sporting, com Bruno César e Podence em evidência nesse capítulo. - O jovem extremo do Sporting foi mesmo a novidade no onze de Jorge Jesus e retribuiu e muito bem a confiança do treinador - Foi do jogador brasileiro o primeiro remate do encontro, a que valeu uma bela defesa de Meira logo à passagem dos dois minutos. Só dava Sporting nos primeiros minutos e foi com naturalidade que os leões chegaram ao golo numa bomba de Alan Ruiz. Oito minutos volvidos e os leões dilataram a vantagem pelo inevitável Bas Dost.

Os dois tentos do Sporting são a maior ilustração da noite do sector recuado boavisteiro. No primeiro dos verdes-e-brancos, Podence recuperou a bola a Talocha, combinou com Schelotto, a bola chegou aos pés de Alan Ruiz que disparou uma bomba para o fundo da baliza. No segundo do Sporting, a defesa forasteira voltou a ficar mal na fotografia. Bruno César percebeu o que Edu Machado queria fazer, isolou-se e ofereceu o golo ao avançado holandês.

Até ao intervalo os leões podiam ter dilatado a vantagem, primeiro por Podence que na cara do guardião axadrezado atrapalhou-se e o lance acabou por se perder.

Miguel Leal tinha muito que corrigir ao intervalo e por mais que tivesse havido muito conversa nos balneários, não há estratégia que resista a um golo a abrir o segundo tempo e que colocou definitivamente um tampão no jogo.

Bukia fez falta sobre Bruno César e o árbitro apontou para a marca de grande penalidade. Na conversão, Bas Dost fez o segundo na partida.

Minuto 61, maior ovação da noite e não houve golo. Entrada de Adrien Silva. O jogador esteve várias semanas afastado por lesões.

Talvez contagiada pela entrada do seu capitão, a equipa do Sporting viria a fazer o quarto golo, um minuto depois. Bruno César (esteve em grande nível nesta noite) voltou a fazer das suas e ofereceu novamente o golo a Bas Dost (o terceiro do holandês) que já leva 27 golos na Liga e subiu à liderança da corrida à Bota de Ouro.

Vitória tranquila dos leões em Alvalade perante um Boavista em noite 'não'.

Conteúdo publicado por Sportinforma