Rio Ave 0-1 Benfica

08-05-2017 09:30

Análise: Benfica arrisca-se a ter de partilhar a festa com o Papa Francisco

Raul Jiménez marcou o único golo da partida em Vila do Conde, colocando o Benfica mais perto do título de campeão pela quarta vez consecutiva.
Rio Ave vs Benfica
Foto: Lusa

Jogadores do Benfica celebram a vitória em Vila do Conde

Por João Agre sapodesporto@sapo.pt

Resumo

O Benfica venceu, este domingo, o Rio Ave por 1-0, em jogo da 32.ª jornada do campeonato português, disputado em Vila do Conde. Raúl Jiménez marcou (75’) o único golo da partida, conseguindo mais três pontos para o Benfica, que está assim a uma jornada de se sagrar campeão nacional pela quarta vez consecutiva. Com este triunfo, o Benfica aumenta o ‘fosso’ para o FC Porto em cinco pontos. A ‘machadada’ final na edição 2016/17 da I Liga pode ser dada já no próximo sábado.


Momento-Chave

Aos 75’, Jonas lançou Salvio (entrou para o lugar de Rafa) em contra-ataque, o extremo progrediu no terreno e assistiu Raúl Jiménez, que apenas com Cássio pela frente, rematou rasteiro e colocado na área, inaugurando o marcador em Vila do Conde.

Figuras do Jogo

Raúl Jiménez foi a figura do encontro por duas razões. O internacional mexicano não era titular no campeonato português desde em meados de Dezembro em jogo contra o Estoril e, ontem, conseguiu marcar o único golo da partida, tendo sido muito importante para a equipa da Luz nas aspirações rumo ao 'tetra'. Na primeira parte esteve um pouco apagado, mas cresceu, tal como a sua equipa, durante o segundo tempo.


Lances Polémicos

- Petrovic atrasa a bola para Cássio e pressionado por Cervi acaba por agarrar o braço do argentino. Cássio já tinha a bola controlada, mas fica o amarelo por mostrar ao sérvio.

- Rafa Soares cai na área do Benfica, num lance dividido com Rafa Silva, e fica a pedir grande penalidade, mas o árbitro manda seguir...

- Cervi assiste para a entrada de Nélson Semedo, que cai na área, num lance dividido com Heldon e Rafa Soares. Protestos 'encarnados' em Vila do Conde, mas o árbitro nada assinala.

- Passe de Jonas a isolar Rafa Silva, mas o árbitro interrompe a jogada para assinalar falta de Petrovic sobre Raúl Jiménez. Protestos do Benfica, que pediam lei da vantagem...

- Cervi cruza na esquerda e fica a pedir grande penalidade por braço de Marcelo na bola. O árbitro manda seguir, mas fica a dúvida...

Vozes dos Protagonistas
Luís Castro: "A primeira nota de satisfação é que os jogadores entregaram-se completamente ao jogo. Traduziu-se numa primeira parte equilibrada. Na segunda parte, durante 15 minutos muito fortes o Benfica podia ter chegado ao golo. Depois desses 15 minutos, nós conseguimos, através do Rúben Ribeiro, ter mais tempo de bola e passámos a controlar o jogo. Até ao golo do Benfica tivemos duas ocasiões de golo. Estou insatisfeito pelo resultado final. Saímos com o sentimento de dever cumprido. O Benfica esteve totalmente em cima do jogo ao longo de 15 minutos. Foi um resultado muito penalizador para nós”.

Rui Vitória: "Não podemos olhar para isto como se o Rio Ave não fosse uma boa equipa. Defrontámos uma belíssima equipa mas nós chegamos aqui e dissemos porque queremos ser primeiro. Conseguimos impôr o nosso ritmo e quisemos ganhar. Procurámos o golo mas não aproveitámos algumas oportunidades na primeira parte. Depois conseguimos o golo na segunda parte quando houve uma reação do Rio Ave numa grande jogada entre Jonas, Salvio e Jiménez. É uma vitória importante, muito saborosa para os jogadores e para os adeptos, conseguimos o que queríamos, que era ficar mais próximo nesta reta final”.

Raúl Jiménez: “Ainda bem que consegui ajudar a equipa, sabíamos que era um jogo muito importante e fiquei muito feliz por voltar a marcar um golo neste estádio. Ainda faltam duas finais e vamos lutar por elas até à morte. Para nós é importante podermos ser campeões no nosso estádio, mas há que trabalhar para vencer pois ainda há dois jogos”.

Roderick Miranda: “Acho que tivémos um jogo complicado com o líder do campeonato. Basta dizer isso. Infelizmente não dependemos só de nós para chegar aos nossos objetivos, mas ainda há seis pontos para jogar e vamos tentar ganhar todos os jogos e para depois ver como ficamos, mas temos que ganhar esses pontos para ficarmos de consciência tranquila”.

Curiosidades
- Raúl Jiménez é o primeiro jogador do Benfica a decidir dois jogos consecutivos frente ao Rio Ave em Vila do Conde, ambos por 0-1;
- O mexicano é jogador mais decisivo no Benfica de Rui Vitória. Foi a sexta vez que Raúl Jiménez deu a vitória aos encarnados.

Conteúdo publicado por Sportinforma