A organização americana tem planos ambiciosos para a primeira edição de FLASHPOINT, uma nova liga de Counter-Strike: Global Offensive que coloca 12 das melhores equipas mundiais a disputar um prize pool de 2 milhões de dólares. A organização pretende revolucionar as competições de CS: GO e criar um ecossistema que seja lucrativo para as equipas envolvidas.

No entanto, devido à pandemia do coronavírus os planos iniciais tiveram de ser alterados, obrigando às duas primeiras fases a adaptarem-se aos cronogramas das equipas, mudando mesmo a realização dos embates online, invés de presenciais: a fase final era para ser feita na Suécia, mas foi transferida para os Estados Unidos, à partida em estúdio isolado. Os playoffs vão realizar-se em sistema de dupla eliminação, Bo3, começando no dia 9 de abril, estando a grande final marcada para o dia 19 de abril.

De recordar que a SaW foi a única equipa portuguesa a ultrapassar a primeira fase do difícil qualificador europeu, que contou com 465 formações, com vagas apenas para quatro.

No acesso aos playoffs, a equipa espanhola Mad Lions e a brasileira MIBR foram as vencedoras, cada uma arrecadando 150 pontos. As restantes seis equipas que passaram à próxima fase foram a HAVU Gaming, Cloud9, Gen.G Esports, Chaos Esports Club, Orgless e a FunPlus Phoenix, como pode ver no quadro fornecido pela Liquipedia.

flashpoint

Já foram definidos os encontros da fase dos playoffs, com a Mad Lions a defrontar a Orgless; a Gen.G contra a Cloud9; a HAVU encontra a Chaos e por fim, a FunPlus Phoenix contra a MIBR.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.