O Benfica venceu esta sexta-feira o Arouca por 3-0 no jogo inaugural da 21ª jornada, e garantiu desta forma uma vantagem provisória de quatro pontos para o FC Porto, que visita o Vitória em Guimarães no sábado. Mitroglou bisou na primeira parte e Carrilo fechou as contas já no decorrer do segundo tempo com um grande golo. Ederson foi expulso antes do intervalo e falha a deslocação a Braga na próxima jornada.

Na véspera de defrontar o Borussia Dortmund para a Liga dos Campeões, o Benfica voltou a jogar no Estádio da Luz enquanto líder do campeonato depois de na jornada passada ter entrada em campo frente ao Nacional da Madeira na condição de segundo classificado devido à vitória do FC Porto no 'clássico' frente ao Sporting no Dragão.

Sem Salvio nos convocados devido a lesão, a equipa do Benfica apresentou-se no Estádio da Luz com André Carrillo no onze inicial e Franco Cervi no banco de suplentes. Com o importante jogo frente aos alemães na próxima terça-feira, Rui Vitória apostou nos extremos Zivkovic e André Carrillo, e nos mesmos jogadores que venceram o Nacional da Madeira por 3-0.

Num jogo que marcou a despedida de Lito Vidigal do comando técnico do Arouca, a formação visitante apresentou-se desinibida na Luz, a permitir muito espaço para que os visitantes jogassem 'à vontade'. Nos primeiros 12 minutos, o Benfica foi claramente dominador, mas sem criar situações de perigo. O Arouca, através de Tomané e Kuca, ia colocando em sentido a defesa encarnada com lances de contra-ataque e muita agressividade na luta pela posse de bola.

Aos 25 minutos, o Benfica conseguiu furar a resistência arouquense num lance 'clássico' entre Jonas e Mitroglou. O avançado brasileiro cruzou o esférico do lado esquerdo e encontrou a cabeça do grego, que só preciso de escolher o lado que lhe parecia mais 'a jeito' para inaugurar o marcador. O golo serviu como tónico para acentuar o domínio do Benfica e acalmar as bancadas que já 'exigiam' um golo desde o apito inicial.

Em vantagem no marcador, e com Zivkovic e Nélson Semedo 'possuídos', o 'inferno da Luz' voltaria a ser conjurado dez minutos depois com Mitroglou a concretizar o 2-0 após uma boa combinação entre Carrillo e Eliseu.

Antes do intervalo, o Arouca esteve perto de reduzir o marcador, mas uma excelente intervenção de Ederson aos 38 minutos negou o golo a Mateus. Na sequência dessa jogada, o Benfica 'acercou-se' da baliza de Bolat com perigo, mas um corte de Jubal afastou o perigo apesar dos jogadores 'encarnados' terem pedido grande penalidade.

Aos 41 minutos, Ederson saiu da sua grande área para intercepcionar um lance de perigo de Mateus, mas acabou por fazer falta e receber o cartão vermelho direto. Apesar dos protestos dos jogadores do Benfica e das bancadas da Luz, o jovem guarda-redes brasileiro teve de sair para dar lugar ao experiente Júlio César. Mitroglou acabou por ser o jogador sacrificado, sendo substituído debaixo de uma salva de palmas.

Na segunda parte, as expectativas nas bancadas eram de apreensão, uma vez que o Arouca em superioridade numérica poderia causar grandes incómodos à área do Benfica.

No entanto, um forte arranque da equipa 'encarnada' permitiu a André Carrillo fazer um enorme golo aos 49 minutos, e praticamente sentenciar o jogo. O extremo peruano combinou com Pizzi junto à área adversária, e com um toque de classe colocou a bola por cima do guarda-redes emprestado pelo FC Porto ao Arouca.

A perder por 3-0, o Arouca intensificou a pressão no meio-campo do Benfica, mas encontrou em Júlio César uma alternativa a Ederson de muita segurança. O experiente guarda-redes negou mesmo o golo aos 62 minutos aos visitantes.

Até ao final do jogo, o Benfica acabou por gerir a vantagem de forma segura, dando uma oportunidade a Raul Jiménez e Filipe Augusto para entrar no jogo e ganhar ritmo. O Arouca tentou até aos últimos instantes reduzir, mas sem colocar em causa a vantagem do líder, que assim garante uma 'vista' privilegiada de quatro pontos para Guimarães, onde o FC Porto defronta o Vitória SC no sábado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.