O Vasco da Gama, desfalcado de vários jogadores e do treinador português Ricardo Sá Pinto, empatou (1-1) quinta-feira no reduto do Defensa y Justicia, na primeira mão dos oitavos de final da Taça sul-americana em futebol.

Em Buenos Aires, e depois de respeitado um minuto de silêncio em homenagem de Diego Armando Maradona, que morreu na quarta-feira, os brasileiros foram os primeiros a marcar, aos 62 minutos, pelo argentino Germán Cano.

A formação comandada por Hernán Crespo ainda conseguiu, no entanto, restabelecer a igualdade, aos 79 minutos, graças a um ‘tiro’ certeiro de Braian Romero, que o guarda-redes brasileiro Lucão não teve hipóteses de deter.

Os ‘canarinhos’ apresentaram-se na Argentina muito desfalcados, por culpa da pandemia da covid-19, com vários jogadores infetados e também o técnico luso Ricardo Sá Pinto, que ficou retido no Brasil, em isolamento.

O embate da segunda mão dos oitavos de final da segunda prova da hierarquia da CONMEBOL está marcado para quinta-feira, no Estádio do Club de Regatas Vasco da Gama, no Rio de Janeiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.