O treinador polaco Lukas Kwasniok, atual técnico do Paderborn, foi detido em Maiorca devido a uma acusação de violação. A informação foi dada pelo clube germânico depois de Kwasniok ter falhado o treino da passada quarta-feira.

De acordo com relatos da imprensa local, o treinador terá, alegadamente, violado uma mulher de 25 anos num hotel, em Cala Rajada, após ter conhecido a jovem numa praia e combinado com ela um encontro na referida unidade hoteleira.

Segundo o técnico polaco, os dois terão, de facto, tido relações sexuais, mas consentidas.

A alegada vítima, contudo, afirma ter sido violada, tendo Kwasniok acabado por ser detido e levado a tribunal, antes de ser libertado e regressado à Alemanha.

Kwasniok, de 41 anos, está na segunda temporada ao leme do Paderborn, do segundo escalão do futebol alemão, onde ocupa o 5.º lugar, mas já sem hipóteses de subir ao escalão principal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.