O Académico do Aeroporto do Sal lançou hoje, na cidade de Espargos, a primeira pedra para a construção da sua academia de futebol, um espaço privilegiado para a formação de novos talentos.

O projeto, que é pioneiro a nível de clubes em Cabo Verde, enquadra-se no plano estratégico de desenvolvimento sustentado do clube.

Orçado em 15 mil contos, o Centro de Formação de Excelência conta com as parcerias da Camara Municipal do Sal, Direção-Geral dos Desportos e de inúmeras empresas nacionais e estrangeiras.

Trata-se de um espaço privilegiado para a formação de novos talentos sub-11, sub-12, sub-15 e sub-17 e para o futebol feminino, que não possui um espaço apropriado para a realização de treinos e jogos.

O presidente do Académico do Aeroporto do Sal, Carlos Moniz, considera tratar-se de um projecto ousado e com visão de futuro.

“Não podemos ficar dependentes de apoios e patrocínios. Temos que criar condições para que o clube possa andar com seus próprios pés”, salientou.

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol, Victor Osório, destacou a importância deste projeto que, em seu entender, vai ao encontro de um dos pilares fundamentais defendidos pela Federação, que é a formação.

O edil Jorge Figueiredo também congratula-se com esta “infraestrutura importante para o desenvolvimento do desporto na ilha do Sal”.

A academia também apresenta uma forte preocupação ambiental, sendo que a energia utilizada quer para o funcionamento do edifício, quer para a iluminação do campo será 100% renovável, isto é, através de painéis solares.

A obra tem um prazo de execução de seis meses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.