O melhor marcador do campeonato cabo-verdiano de futebol, Xolote, foi chamado por Rui Águas para se juntar à seleção de Cabo Verde, que esta semana realizada dois jogos particulares, com Argélia e Andorra.

Amarildo "Xolote" Monteiro, avançado da Académica do Porto Novo, que tem sete golos no campeonato em Cabo Verde, só agora se junta à seleção num estágio em Lisboa porque estava a resolver questões do visto.

O jogador de 27 anos, natural da ilha de Santo Antão, torna-se o único jogador residente convocado e o 17º. estreante na convocatória para os dois jogos, que marcam o regresso do português Rui Águas ao cargo de selecionador de Cabo Verde.

Dos agora 36 convocados para os dois jogos em menos de 48 horas, mais de metade (20) atuam em clubes portugueses.

A seleção cabo-verdiana de futebol, cuja metade viaja hoje para Argel e outra metade vai continuar a treinar em Lisboa, tem jogos com Argélia, na sexta-feira, e Andorra, no domingo.

Os dois jogos servem também para homenagear a primeira seleção de futebol do país, cujo primeiro jogo fez 40 anos em abril.

Segundo a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), a atual seleção vai utilizar nesses dois jogos "equipamentos específicos e únicos", por forma a lembrar os primeiros ‘Tubarões Azuis’, nome pelo que agora é conhecida a seleção cabo-verdiana.

Um equipamento azul será apresentado no jogo frente a Argélia, enquanto o verde será apresentado contra a Andorra, em jogo que será realizado no Estádio Municipal de Almada, em Lisboa.

A FCF anunciou na semana passada o regresso de Rui Águas ao comando da seleção de futebol, cargo que deixou há mais de dois anos por causa de salários em atraso.

Rui Águas, que será apresentado após os dois jogos particulares, terá uma equipa técnica formada ainda por Lito Aguiar, Pedro Figueiredo e Bera.

O último jogo do técnico português à frente da seleção cabo-verdiana aconteceu em novembro de 2015, tendo vencido o Quénia por 2-0 e garantido o apuramento para a fase de grupos da zona africana de apuramento para o Mundial2018.

Rui Águas disse que está "muito feliz" por regressar à seleção cabo-verdiana, traçando como principal objetivo o apuramento para a Taça de África das Nações (CAN) de 2019, nos Camarões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.