A seleção do Fogo venceu na tarde deste domingo a sua congénere de São Vicente por 1-0, em São Filipe, e conquistou pela primeira vez o torneio inter-ilhas a nível de seleções.

O único golo da partida, e que valeu o título a seleção do Fogo, foi apontado por Adérito na conversação de uma grande penalidade, inexistente, aos 26 minutos do segundo tempo.

A seleção de São Vicente esteve melhor durante os 90 minutos e criou várias oportunidades de golos que foram desperdiçados e acabou por perder aquilo que seria o seu quarto título a nível de seleções.

No final do desafio, o treinador Borja, o primeiro a conquistar o torneio inter-ilhas, emocionado e a chorar de alegria, disse que a vitória é dos jogadores pelo empenho, da equipa técnica e da população da ilha pela forma como apoiou a seleção.

Já Bassana, treinador de São Vicente disse que a sua seleção vai regressar satisfeito com atuação e triste com a arbitragem que acabou, no seu entender, por dar o trofeu à seleção do Fogo, anotando que infelizmente o futebol tem dessas coisas.

Adérito da seleção do Fogo, com seis golos, foi o melhor marcador da prova, o guarda-redes Maguete de Santiago foi menos batido com dois golos sofridos e a seleção do Sal foi distinguida com a taça fair-play

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.