Rúben Micael entrou ao minuto 72 para substituir Carlos Martins, e o jogador do Saragoça afirma que entrou bem mas lamentou "aqueles" dois passes.

«Entrei bem, descontando, desculpem a expressão, os dois passes de merda que fiz. Mas tentei fazer o melhor e ajudar a selecção», disse o médio português, em zona mista, aos jornalistas presentes.

Sobre o jogo no Estádio do Dragão, o madeirense afirmou que não lhe «passava pela cabeça sofrer três golos em casa».

«Mas não correu mal porque ganhámos. Entramos bem, fizemos três golos, mas aqueles 15 minutos da segunda não correram bem. De resto, a equipa esteve muito bem. Em todos os jogos, mesmo ganhando por sete ou oito a zero, há sempre coisas para corrigir e este não foge à regra», explicou.

A Portugal basta um empate na Dinamarca na próxima terça-feira para garantir o primeiro lugar do Grupo H e o passaporte para a Polónia e Ucrânia em 2012. Caso haja um empate, a Dinamarca torna-se a segunda melhor classificada da qualificação, evitando o Play-off de acesso à fase final, entrando também diretamente no próximo campeonato europeu de futebol.

«Na Dinamarca, vai ser um jogo muito complicado, mas nós somos Portugal e penso que vamos chegar lá e dar uma grande resposta», sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.