A França sofreu a bem sofrer para eliminar a República da Irlanda, nos oitavos-de-final do Euro2016. Brady deu vantagem aos irlandeses aos dois minutos, de grande penalidade, mas Griezmann, jogador que tem sangue português, bisou e colocou os franceses nos quartos-de-final. Islândia ou Inglaterra será o adversário dos ´blues`. A República da Irlanda sai do Euro de cabeça levantada.

Os dados do jogo diziam que a França não deveria ter muitas dificuldades para passar: não perdeu nenhum dos cinco jogos anteriores com os irlandeses embora não ganhasse nenhum jogo após passar a fase de grupos desde o Euro2000. A República da Irlanda estava pela primeira vez na segunda ronda de uma fase final de uma competição internacional.

Naquele que seria um duelo entre ´David e Golias`, o David puxou do arco e da flecha na zona dos 11 metros e fez tombar o Golias. A batalha começou logo aos dois minutos, quando o generalíssimo Paul Pogba, estrela maior da armada gaulesa, não teve pernas para o rapidíssimo Shane Long. Falta na área, penálti que Brady converteu. Os ´Verdes` estavam eufóricos, os ´Azuis` preocupados. Faltavam 88 minutos para o veredito final.

A vencer, os irlandeses pegaram nas ´armas` e tentaram defender o resultado com ´unhas e dentes`. Mostrando mais vontade, chegavam quase sempre primeiro às bolas, ganhavam na dividida, corriam mais e, quando necessário, não tinha problemas em derrubar os gauleses. E quando saíam para o ataque, era sempre com muito perigo. Ia valendo Lloris, que fez história ao capitanear a França pela 55.ª vez. O guarda-redes do Tottenham foi o principal responsável pela França manter-se no jogo.

Com tanta agressividade na disputa dos lances, o árbitro italiano Nicola Rizzoli teve de colocar um pouco de ´água na fervura` e acalmar as ´tropas`, antes que alguém se magoar a sério: começou a distribuir cartões amarelos (cinco amarelos e um vermelho), o que levou o jogo a abrandar um pouco.

Aos poucos, a armada francesa foi subindo no terreno. Os comandados de Deschamps montaram acampamento perto da área irlandesa, ´bombardeando` a formação rival de todas as formas. A França tentou com remates de fora da área, com cruzamentos à esquerda e à direita, com triangulações pelo meio, tudo.

Com tanto ´soldado` acantonado perto da área irlandesa, só um destemido podia penetrar nas trincheiras irlandesas e fazer estragos. Foi o que fez Griezmann aos 58 minutos. Aproveitou um cruzamento de Sagna para ganhar de cabeça e espetar o primeiro ´tiro` no sonho irlandês. Segundo golo do avançado do Atlético Madrid, ele que até estava apagado.

Com a defesa ´inimiga` desgastada, com menor capacidade para travar a ofensiva gaulesa, Griezmann aproveitou o facto de já estar em território rival para desferir o segundo golpe fatal e provocar a terceira explosão de alegria em Lyon, a segunda do lado dos franceses (havia também muitos adeptos irlandeses nas bancadas). Giroud ganhou na divida pelo ar, a bola sobrou para o extremo francês que rematou de pronto, batendo Randolph pela segunda vez, aos 61 minutos. O ´comandante` Deschamps respirava de alívio, pouco tempo depois de ter apanhado um valente susto, quando Lloris roubou o golo a Shane Long, após centro de Ward, aos 52 minutos.

A defensiva irlandesa, que já estava ´aos papeis`, ficou mais exposta quando Duffy viu vermelho direto aos 66 minutos, por travar Griezmann que ia embalado para o hat-trick.

Depois, só deu França, que se deu ao luxo de falhar inúmeras oportunidades para ampliar a vantagem. A República da Irlanda, mesmo com menos um, ia tentando chegar a igualdade mas nesta luta de David contra Golias, o ´pequeno` já tinha esgotado as forças para abater o ´grande`.

Apesar da vitória, a França continua sem convencer, apesar de jogar em casa e ser um dos favoritos a vencer a prova. Nos quartos-de-final a França vai defrontar o vencedor do jogo entre Inglaterra e Islândia mas não irá contar com Rami e Kanté, por castigo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.