Mesut Ozil, médio alemão a jogar no Arsenal, falou esta terça-feira sobre a desilusão que sentiu após a eliminação da Alemanha pela França nas meias-finais do Campeonato da Europa. Em entrevista à revista ‘Kicker’, o jogador teceu críticas ao futebol praticado pela equipa lusa na competição.

"Sou muito amigo de Cristiano Ronaldo e os portugueses devem estar orgulhosos daquilo que conquistaram. Mas ver a maneira como Portugal chegou à final e venceu custa muito. Tenho a certeza que os teríamos vencido. Mas o futebol é isso. A melhor equipa nem sempre ganha e a sorte faz parte", lamentou Ozil.

O alemão, que se sagrou campeão mundial em 2014, no Brasil, recordou ainda o ‘desaire’ frente à equipa gaulesa, por 0-2, que pôs fim aos objetivos dos bávaros de somarem, também o título europeu.

"Queríamos mostrar ao mundo que podemos ser como a Espanha e marcar uma era. Fomos a melhor equipa na primeira parte, dominámos completamente os franceses e a final era uma possibilidade real. Mas quando soou o apito final em Marselha, ficámos em lágrimas. Não consegui aceitar o facto de termos perdido o jogo sendo a melhor equipa", rematou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.