O antigo internacional português António Simões teceu duras críticas a Cristiano Ronaldo pela atitude deste na final do Campeonato da Europa, conquistado por Portugal. Simões garantiu nunca ter assistido a "uma coisa destas" nos seus 72 anos de vida.

"Foi por isso que ganhámos? Se as pessoas começarem a pensar que foi por causa disso que ganhámos, então exijo que se faça isto em todos os jogos. Tenho 50 anos de carreira, nunca assisti a uma coisa destas na minha vida. E agora querem convencer-me que foi por causa disto que se ganhou? Vou-me matar, como dizia o outro", atirou o antigo jogador em entrevista ao jornal i.

"Acho que se apoderou do Ronaldo uma ansiedade tremenda de querer ganhar e demonstrar que era líder. Quem é líder não tem necessidade de fazer isto. Fez aquilo, não trouxe mal ao mundo, ganhámos, mas não é a matriz de liderança. Peço desculpa se estou a ofender alguém", acrescentou.

António Simões recordou ainda o episódio do microfone atirado por Ronaldo a um lago.

"Antes de eu achar bem ou mal, o que é preciso perceber é que aquilo está mal feito. Não é uma questão de saber se resultou em bem ou em mal, é olhar para isto e dizer que não é suposto ser assim. Mas agora, uma vez que se ganhou, quem é que quer saber disso? A vitória abafa. Aí está o bom ou mau exemplo de que o argumento de se ter ganho permite que tudo se faça", referiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.