O treinador Dwight Lodeweges vai assumir interinamente as funções de selecionador de futebol dos Países Baixos, após a saída de Ronald Koeman para o FC Barcelona, anunciou hoje a federação (KNVB).

O holandês-canadiano Dwight Lodeweges, de 62 anos, é treinador adjunto da seleção ‘laranja’ desde fevereiro de 2018 e será “o treinador nacional interino até que um sucessor de Ronald Koeman seja nomeado”, refere a federação em comunicado.

“Lamentamos a decisão de Ronald, mas respeitamos. No período em que Ronald foi selecionador nacional, conseguiu resultados muito bons”, considerou o responsável máximo da KNVB, Eric Gudde.

O holandês Ronald Koeman, de 57 anos, tinha contrato com a seleção dos Países Baixos até ao verão de 2022, mas o acordo continha uma cláusula que exigia que a federação negociasse a sua saída se o FC Barcelona se interessasse por ele.

“Todos sabem que o FC Barcelona é o clube dos meus sonhos. Para mim é muito especial poder ser o seu treinador”, disse o antigo defesa dos catalães Ronald Koeman, num comunicado distribuído pela KNVB.

Koeman refere ainda que “foi uma honra” ser o selecionador nacional dos Países Baixos e que nos últimos dois anos e meio deu sempre o seu “melhor para alcançar o sucesso com a ‘laranja’”.

“Vejo com orgulho o que conquistámos juntos neste período. A seleção tem um futuro brilhante, disso estou convencido”, acrescentou o agora novo treinador do FC Barcelona.

Dwight Lodeweges vai estrear-se como selecionador interino em 04 de setembro, num jogo referente ao grupo A1 da Liga das Nações de 2020/21, contra a Polónia, na Johan Cruyff Arena.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.