Nos últimos dias foram vários os campeonatos suspensos devido à pandemia do coronavírus, mas ainda há exceções. O presidente da Bielorrússia recusa parar o campeonato e, em comunicado, deixou algumas recomendações... insólitas.

"É importante lavar as mãos e comam a horas certas. Eu não tenho costumo beber álcool, mas a vodka não serve só para lavar as mãos. Bebam vodka, cerca de uns 100 mililitros por dia devem ser o suficiente para matar o vírus!", referiu Aleksandr Lukashenko.

Mas, os conselhos do presidente da Bielorrússia não ficaram por aqui. "Desejo-vos boa saúde, não adoeçam. Vão fazer uma sauna, convém que seja seca, duas ou três vezes por semana. Os chineses dizem que o vírus morre a partir dos 60 graus", rematou.

O novo coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 220 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.900 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 85.500 recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro de 2019, e espalhou-se por mais de 176 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, que se encontra em estado de emergência desde as 00:00 de hoje, a Direção-Geral da Saúde elevou o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira. O número de mortos no país subiu para três.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.