A Inglaterra qualificou-se esta quarta-feira pela primeira vez na sua história para a final do Mundial de futebol de sub-17, ao vencer o Brasil por 3-1 na primeira meia-final, graças a um ‘hat-trick’ de Rhian Brewster.

Em Calcutá, Índia, o jogador do Liverpool, que já havia marcado três golos nos quartos de final, no triunfo por 4-1 aos Estados Unidos, foi novamente a grande figura dos ingleses, ao ‘faturar’ aos 10, 39 e 77 minutos, passando a somar sete tentos na prova.

O Brasil ainda respondeu ao primeiro tento de Brewster, com um golo de Wesley, aos 21 minutos, mas não teve resposta para os restantes, ficando afastado da possibilidade de somar um quarto título, depois dos arrebatados em 1997, 1999 e 2003.

Na final, marcada para sábado, a Inglaterra vai defrontar o vencedor da outra meia-final, que opõe a Espanha, segunda classificada em 1991, 2003 e 2007, ao Mali, vice-campeão mundial de sub-17 em título.

Qualquer que seja o resultado da segunda meia-final, a 17.ª edição terá um vencedor inédito, depois dos triunfos de Nigéria (cinco títulos), Brasil (três), Gana e México (ambos dois) e União Soviética, Arábia Suadita, França e Suíça (todos um).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.