Roberto Mancini, selecionador italiano, afirmou em declarações à imprensa daquele país que a alterações dos regulamentos para que as equipas possam fazer cinco substituições vai ajudar ao nível das lesões.

"Acho que a recuperação vai ser problemática para toda a gente, especialmente para os treinadores, que vão ter de gerir o facto de jogarem a cada três dias. Nesse sentido, as cinco substituições vão ajudar muito", admitiu Mancini.

Itália segue, assim, o exemplo de outros países, como Inglaterra ou Alemanha, que também implementaram a medida excecional de cinco substituições por equipa, a serem efetuadas num máximo de três paragens, para além do intervalo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.