O regresso de Zlatan Ibrahimovic à seleção da Suécia continua a ganhar força. O selecionador Jan Andersson confirmou que já conversou com Zlatan Ibrahimovic com vista à do avançado no próximo Campeonato da Europa, a disputar neste verão.

"Encontrámo-nos e esclarecemos tudo. Ele disse-me que nunca me chamou de racista. O que disse foi que era mais difícil por os seus pais serem imigrantes", explicou agora Jan Andersson em entrevista ao jornal sueco Dagens Nyheter, recordando o facto de Ibrahimovic ter chegado a afirmar que não era chamado por ser considerado imigrante, visto que o seu pai é bósnio e a sua mãe é croata.

Atualmente com 39 anos, Ibrahimovic não joga pela Suécia desde o Euro-2016, mas Jan Andersson quer corrigir esse facto. "Se Zlatan abrir a porta, teremos de voltar a conversar, mas é um assunto que permanecerá entre nós", referiu, entre elogios ao que o veterano atacante tem feito nos últimos tempos ao serviço do Milan.

Ibra tem sido uma das peças centrais do sucesso dos 'rossoneri' até à data na presente temporada. A equipa lidera, invicta e isolada, a Serie A e Zlatan já assinou dez golos em seis jogos na prova, encontrando-se atualmente a recuperar de lesão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.