O treinador do Real Madrid, Manuel Pellegrini, explicou hoje que não convocou Ronaldo para a deslocação ao Sanchez Pizjuan, em comum acordo com o jogador e o departamento médico.

"O joelho foi a única coisa que influiu. Tentou ontem e voltou a tentar hoje, mas tem uma entorse que lhe causa dor e que o impede de jogar. Não é baixa devido ao adversário, às circunstâncias do jogo nem ao campo onde jogamos. É porque não se sente bem para jogar e tampouco o médico acha oportuno”, afirmou Pellegrini.

O extremo luso lesionou-se quarta-feira na recepção aos franceses do Olympique de Marselha, devido à entrada de Diawara que provocou a grande penalidade do segundo golo do Real, marcado por Kaká, num jogo em que Cristiano Ronaldo contribuiu com dois golos para a vitória (3-0), antes de ser substituído aos 70 minutos.

O melhor marcador do campeonato espanhol, com cinco golos, e da Liga dos Campeões, com quatro, tinha alinhado em todos os jogos oficiais do Real Madrid.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.