O jornal espanhol 'El Mundo' assegura através de uma fonte do processo que a investigação a Cristiano Ronaldo no âmbito de uma alegada fuga de impostos se encontra em estado 'avançado'.

Escreve a referida publicação que Cristiano Ronaldo está a ser investigado desde 2015, por alegadamente ter desviado 150 milhões de euros de receitas publicitárias para um paraíso fiscal.

O próximo passo poderá ser a acusação formal por delitos fiscais, tal como aconteceu a Ricardo Carvalho, Fábio Coentrão, Radamel Falcão, Xabi Alonso e Ángel di María. No entanto, o fisco espanhol ainda está a reunir todas as informações antes de passar o processo ao ministério público.

Recorde-se que foi no dia 3 de dezembro foi noticiado, com base em documentação do 'Football Leaks', que Cristiano Ronaldo desviou 150 milhões de euros para um paraíso fiscal. Entretanto o jogador já confirmou que tem as obrigações fiscais em dia, nota que foi desvalorizado por uma das fontes do processo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.