Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, reconheceu hoje preferir «que o futuro treinador seja alguém que conheça bem a equipa», assegurando que o clube está a pensar em «possibilidades que alguns nem imaginam».

«Prefiro que o futuro treinador seja alguém que conheça bem a casa, que conheça bem a equipa e que não perca tempo nesse sentido. Pensamos em possibilidades que, quem sabe, alguns nem imaginam e que podem ser boas neste momento para o clube», assinalou Florentino no programa da televisão espanhola Los Desayunos.

O recém proclamado presidente do Real Madrid, que inicia o quarto mandato à frente dos “merengues”, falou de Carlo Ancelotti como «uma das opções» mas admitiu que queria «planificar tudo com o corpo técnico e com Zinedine Zidane» e «sem presa».

«Vamos planificar tudo com o corpo técnico e Zinedine Zidane, aquilo que queremos que seja o Real Madrid para esta época e vamos tentar fazê-lo o mais cedo possível, mas sem nenhum tipo de pressa porque o importante não é fazê-lo amanhã, mas sim bem», argumentou.

Florentino acrescentou ainda que Ancelotti está a ser equacionado, mas garantiu que não falou com ninguém, nem ninguém falou com ele: «quando pensarmos que é o que precisamos faremos o movimento oportuno».

Da tensão entre o técnico português José Mourinho e Iker Casillas, Pérez assegurou que a viveu «como algo normal» e que considera que o capitão «é o que se portou melhor», embora tenha reconhecido que defende o técnico português por considera-lo «vítima de um ataque feroz».

«Tudo o que há na vida é normal. Vivi como algo normal, que há um treinador que trabalha com 25 profissionais. Defendo Mourinho porque é vítima de um ataque feroz por parte de todo o mundo ainda que nesta história quem se portou melhor tenha sido Casillas», reconheceu.

Florentino Pérez afirmou também à rádio espanhola Onda Cero que o defesa central português Pepe «não está à venda», garantindo que o jogador não vai sair do clube este verão, isto segundo a sua vontade.

«É um dos melhores defesas do mundo, muito difícil de encontrar», afirmou Pérez.

Apesar de uma época complicada, na qual Pepe perdeu a titularidade para o jovem francês Raphael Varane, o Real Madrid conta ainda com os serviços do internacional português de 30 anos, que tem contrato até junho de 2016.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.