Danilo, antigo lateral direito do FC Porto e atual jogador da Juventus, marcou presença na conferência de imprensa do clube de Turim de antevisão à receção desta quarta-feira ao Benfica, a contar para a 2.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

O internacional brasileiro reconheceu a “importância” do encontro, especialmente porque a Juventus perdeu o primeiro na prova, admitindo que a equipa precisa de melhorar o desempenho e não pode esperar para o fazer, até porque terá pela frente "um grande adversário, com vários jogadores de topo".

"O Benfica é uma grande equipa e tem uma história espantosa. Tenho grande respeito por eles, têm jogadores de excelente qualidade, como João Mário ou Rafa e jogadores com muita experiência, como Otamendi, para além de um novo treinador que transmitiu muito rapidamente as suas ideias", começou por frisar, antes de reconhecer que a Juventus está 'obrigada' a vencer.

"Temos de ganhar. Precisamos de ser equilibrados e correr de forma inteligente. Temos de melhorar e há que fazê-lo rapidamente, começando com o próximo jogo. O encontro será decisivo, como todos, mas torna-se ainda mais importante por não termos vencido na primeira jornada. Mas não podemos sentir a pressão", acrescentou.

"Será uma bela noite de Liga dos Campeões. Os nossos adeptos vão dar-nos um impulso e temos de aproveitar isso. Precisamos de dar um passo em frente, também em termos de mentalidade, para conseguirmos as vitórias que este clube exige", disse ainda.

Danilo tem, nos últimos tempos, atuado como central, e mostrou-se agradado com estas novas funções. "Já joguei várias vezes nessa posição e até gosto mais", assegurou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.