Arsenal e Paris Saint-Germain (Grupo A), FC Barcelona (C), Atlético de Madrid e Bayern Munique (D), Borussia Dortmund (F), Leicester (G) e Juventus e Sevilha (H) são os outros candidatos à qualificação prematura.

Metade dos grupos podem, assim, ficar ‘fechados’, sendo que parece grande a possibilidade de isso acontecer, com os dois primeiros a medirem forças com os dois últimos.

Nos jogos de terça-feira, cinco equipas podem selar a qualificação, mas só uma joga em casa, o vice-campeão em título Atlético de Madrid, de Tiago, que lidera o Grupo D com o pleno de nove pontos, face a três triunfos por 1-0.

Os ‘colchoneros’ recebem o Rostov e até o empate servirá, desde que o PSV Eindhoven não vença o Bayern Munique, de Renato Sanches, que, por seu lado garantirá os ‘oitavos’ com um triunfo, isto se os russos não ganharem.

No Grupo A, Arsenal e Paris Saint-Germain, que repartem a liderança, com sete pontos, qualificar-se-ão se voltarem a bater Ludogorets e Arsenal, agora fora, depois de terem triunfado em casa por 6-0 e 3-0, respetivamente.

Por seu lado, o FC Barcelona, de André Gomes, que também tem o pleno, necessita de conquistar um ponto no reduto do Manchester City, de Pep Guardiola, depois de ter recebido e goleado os ingleses por 4-0, com três golos de Lionel Messi.

No outro jogo, o Borussia Mönchengladbach, que recebe o Celtic, depois de ter vencido por 2-0 na Escócia, pode aproveitar eventual escorregadela do conjunto de Manchester para ascender ao segundo posto.

No Grupo B, nenhum das quatro formações pode selar os ‘oitavos’, sendo que o Besiktas, de Ricardo Quaresma, que é segundo (cinco pontos), recebe o líder Nápoles (seis), após a vitória em Itália por 3-2.

Por seu lado, o tricampeão português Benfica, terceiro (quatro), é anfitrião do Dinamo de Kiev, de Antunes, que é quarto (um). Na Ucrânia, os ‘encarnados’ venceram por 2-0.

No que respeita aos embates de quarta-feira, quatro equipas parecem muito próximo do apuramento, nomeadamente a Juventus e o Sevilha, de Daniel Carriço, no Grupo H.

Italianos e espanhóis só precisam de superar em casa o Lyon, de Anthony Lopes, e o Dinamo Zagreb, de Paulo Machado, respetivamente, que já bateram fora por 1-0.

Quanto ao Grupo F, o Borussia Dortmund, de Raphaël Guerreiro, joga em casa face ao Sporting, após o triunfo em Alvalade por 2-1, enquanto o Real Madrid, de Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão, atua fora, mas face ao frágil Legia Varsóvia, goleado no Santiago Bernabéu por 5-1.

No Grupo G, o estreante e 100 por cento vitorioso Leicester também procura o apuramento, na casa dos dinamarqueses do FC Copenhaga, que só perderam em Inglaterra por 1-0, enquanto o FC Porto recebe o lanterna-vermelha Club Brugge.

As contas estão bem mais complicadas no Grupo E, que o Mónaco, de Leonardo Jardim, Bernardo Silva e João Moutinho, lidera, com cinco pontos, seguido de Tottenham, com quatro, Bayer Leverkusen, com três, e CSKA Moscovo, com dois. Os russos jogam em França e os alemães em Inglaterra.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.