A UEFA reserva aos clubes apurados para a fase de grupos o montante de 7,1 milhões de euros, o que, no caso do Sporting de Braga, significa mais do dobro do que o clube bracarense ganhou nas últimas quatro participações na Taça UEFA e na Liga Europa.

Aos 7,1 milhões de euros, o Sporting de Braga adicionará ainda os direitos televisivos, que ascendem a dois milhões de euros.

De acordo com o determinado pela UEFA, cada país é contemplado com uma verba a dividir pelos clubes participantes na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Na época passada, a verba foi de pouco mais de cinco milhões de euros, integralmente recebida pelo FC Porto, o único representante português na fase regular da Liga dos Campeões.

Na presente temporada, o Benfica, na qualidade de campeão nacional, recebe 55 por cento, enquanto o Sporting de Braga, segundo na Liga portuguesa da época passada, terá direito a 45 por cento.

Pela participação no "play-off" da mais importante competição europeia entre clubes, o Sporting de Braga tinha garantida uma verba de 2,1 milhões de euros.

Na fase de grupos, o Sporting de Braga poderá ainda aumentar o bolo em caso de vitória. Cada êxito possibilitará 800 mil euros.

Depois de ter afastado os escoceses do Celtic de Glasgow na pré-eliminatória, o Sporting de Braga torna-se a quinta equipa portuguesa a disputar a principal competição europeia de clubes, depois do Benfica, FC Porto, Sporting e Boavista.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.